Diretor do Corinthians afirma que Jorge Henrique quis fazer cartolas e comissão técnica de bobos

Diretor do Corinthians afirma que Jorge Henrique quis fazer cartolas e comissão técnica de bobos

O diretor de futebol do Corinthians, Roberto de Andrade, falou em entrevista a Radio Transamérica, durante a premiação do Campeonato Paulista, que o atacante Jorge Henrique, afastado por indisciplina, quis fazer a comissão técnica e a diretoria do clube de bobas.

— Querer fazer a gente de bobo, não tem perdão.

Jorge Henrique não foi treinar no sábado antecedente à semifinal do Paulistão contra o São Paulo e alegou que passou a noite com o filho em um hospital. Na manhã do dia seguinte, o técnico Tite e os diretores descobriram que, na verdade, o atleta passou a noite na balada.

O atacante está afastado desde a ocasião e já foi avisado que não joga mais com a camisa do Timão. Para Andrade, o erro maior do atacante foi ter escondido a verdade, que poderia ter sido revertida em penas mais brandas:

— Se ele admitisse o erro, temos sansões como multa, ficar um tempo na reserva, não ir para o jogo contra o São Paulo. Em um mundo como o de hoje, ele foi muito inocente ao achar que ninguém saberia da verdade.

Mesmo pedindo desculpas publicamente e com os muitos títulos conquistados ao longo dos quatro anos de Corinthians, Jorge Henrique não é mais bem quisto no clube e nem foi perdoado pelos diretores:

— É imperdoável. Ele cometeu um erro e quase fez todo mundo acreditar em outra história.

Fonte: R7

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes