Polícia justifica tomada de bandeira que deflagrou pancadaria na Vila Belmiro

Polícia justifica tomada de bandeira que deflagrou pancadaria na Vila Belmiro

Polícia justifica tomada de bandeira que deflagrou pancadaria na Vila Belmiro

Polícia justifica tomada de bandeira que deflagrou pancadaria na Vila Belmiro

A conduta criticada da Polícia Militar no incidente contra a torcida do Santos, antes da final do Paulista no último domingo na Vila Belmiro, ganhou justificativas do Major Luís Gonzaga de Oliveira Jr. A iniciativa de tomada de uma bandeira corintiana das mãos dos santistas teria acontecido, segundo o oficial de segurança, como medida preventiva a um confronto.

No domingo, os policiais identificaram santistas com uma bandeira da torcida do Corinthians nas imediações do estádio, aparentemente prontos para atear fogo a ela. Os PMs destacados para ação acabaram agindo com bombas de efeito moral e incitando a revolta violenta da massa.

O tumulto concentrado na rua Princesa Isabel durou cerca de 20 minutos. Pelo menos um torcedor foi retirado do local desmaiado.

'Os corintianos estavam dispostos a pegar a bandeira de volta. Tínhamos a informação de que essa bandeira havia sido tomada. Antes que corintianos entrassem na área destinada à torcida do Santos, resolvemos tentar deter o individuo que estava com a bandeira', declarou o Major Oliveira Jr. em entrevista ao 'Bom Dia, São Paulo', na TV Globo.

O oficial da PM paulista ainda comentou o incidente com os sinalizadores da torcida corintiana, arremessados no campo no final da partida. Major Oliveira Jr. afirmou acreditar que os visitantes usaram artimanhas para ingressar na Vila Belmiro com o artefato.

'Eles costumam usar todos os artifícios, até por meio de cordas fora do estádio', declarou.

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Copa Sul-Americana terá 32 classificados na segunda fase

    Copa Sul-Americana chega a 21 classificados; torneio pode ter até sete campeões da Libertadores

    ver detalhes
  • Léo Santos (à dir.) deixou atividade mais cedo por conta de bolhas nos pés; Paulo Roberto foi testado na zaga

    Zagueiro deixa treino e faz Carille improvisar nesta quinta-feira; veja escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • O meia Régis, do Bahia, recebeu elogios do técnico Fábio Carille

    Corinthians prioriza reforço para a zaga, e dispensa indicação por meia do Bahia

    ver detalhes
  • Sem oportunidades, Bruno Paulo está próximo de deixar o Corinthians

    Fora dos planos do Corinthians, Bruno Paulo negocia com time pernambucano

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes