Ex-Corinthiano Marquinhos fala sobre sucesso precoce na Roma

Ex-Corinthiano Marquinhos fala sobre sucesso precoce na Roma

Pouco mais de nove meses após chegar à capital italiana, o zagueiro Marquinhos, que pouco atuou pelo Corinthians, já é considerado uma peça fundamental na equipe e também é cobiçado por grandes clubes europeus. Especulações dizem que Real Madrid e Barcelona querem o jogador de 20 anos em seu elenco. O jovem, ao falar do assunto, é cauteloso.

"Hoje meu pensamento é cumprir o contrato com o Roma, de mais quatro anos. Mas claro que é inevitável que cheguem propostas, ofertas. Essa questão eu deixo com meus empresários. Eles pensam nessa parte, e eu penso apenas em jogar e evoluir, fazendo meu trabalho da melhor forma. É claro que a gente tem prazer com as notícias que chegam, mas, enquanto não for algo concreto, tem que procurar não pensar muito. Eu sou um jogador muito profissional, então, procuro pensar só onde eu estou e fazer meu melhor ali. Dessa parte, eu sou o último a ficar sabendo. É difícil, mas estou preparado com relação à cabeça, para saber lidar com essas coisas, que a gente sabe que não são fáceis. Senão, acaba tirando os pés do chão. É preciso ficar tranquilo para, quando chegar alguma coisa, poder fazer a escolha certa", disse Marquinhos.

Antes de chegar na Roma, ele já tinha atuado como capitão da seleção brasileira sub-17, disputando o Sul-Americano e o Mundial da categoria. E mesmo tendo jogado pouco no Corinthians, deixou seu ex-companheiro de zaga, Leandro Castán, no banco de reservas.

"C Claro que a gente espera, sonha que vai chegar lá e dar tudo certo, mas sempre tem um receio. Por isso, da maneira que foi, eu não esperava", comentou o zagueiro.

E mesmo com a Copa de 2014 bem próxima, ele não descarta o sonho de participar dos convocados de Felipão.

"Seleção brasileira é o sonho de todo jogador. Então, é claro que estou olhando, querendo estar lá, querendo viver aquilo. Mas a gente sabe que tem que dar um passo de cada vez. Vou continuar fazendo meu trabalho no clube. Tem continuar com a cabeça no clube, jogo a jogo. Mostrando o valor para um dia surgir a oportunidade e estar pronto. Sei que é difícil, mas eu tenho que acreditar e sonhar com isso. Eu não posso não sonhar com isso, seria um mal para mim. Eu com certeza vou batalhar, sei que é muito difícil, mas espero ter essa oportunidade, que seria maravilhosa", concluiu.

Fonte: Cenario MT

Veja Mais:

  • Carille vive dia complicado nesta sexta-feira

    Carille sofre perda familiar, e Corinthians se solidariza com nota de pesar

    ver detalhes
  • Corinthians segue líder, mas vê diferença para Grêmio diminuir

    Novidade no G6 e caça ao Corinthians: veja a classificação do Brasileirão após a 15ª rodada

    ver detalhes
  • Arena Corinthians deve receber grande público na partida entre Corinthians e Flamengo

    Corinthians já vendeu 25 mil ingressos uma semana antes de jogo contra Flamengo

    ver detalhes
  • Jadson ficará fora por cerca de um mês

    Elenco do Corinthians oferece oito jogadores para substituir lesionado Jadson

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes