Contrato de Paulinho dá ao Corinthians chance de ficar com o jogador

Contrato de Paulinho dá ao Corinthians chance de ficar com o jogador

O contrato do Corinthians com Paulinho dá ao clube de Parque São Jorge a possibilidade de igualar as oferta de quem fizer a proposta para contratá-lo.

O valor mínimo estipulado para a saída dele é de 20 milhões de euros.

Metade dos direitos da transação pertence ao Audax.

A outra parte é do Corinthians.


Se um clube oferecer tal valor e o jogador se interessar em aceitar a transferência (lembro que nenhum negócio pode ser realizado sem a aprovação do atleta), o Alvinegro terá a possibilidade de pagar a parte que cabe ao Audax e permanecer com o jogador.

O parceiro do Alvinegro é obrigado a aceitar tal valor sem questionamentos.

Há uma cláusula de prioridade no contrato que determina isso.

Obviamente, tal possibilidade é muito remota, pois quem se dispuser a bancar a rescisão terá que oferecer ao volante salários e luvas muito maiores que os pagos pelas agremiações brasileiras.

Se não for assim, o próprio Paulinho recusará o negócio.

Aposta

O estafe de Paulinho aposta no bom desempenho dele e da seleção brasileira na Copa das Confederações como forma de valorizá-lo numa provável transferência.

O Corinthians também torce por isso, pois assim pode acontecer a concorrência pelo jogador, o aumento do custo da rescisão e obviamente o aumento da quantia que entrará nos cofres do clube.

Fonte: UOL

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes