Sem acertar renovação, Corinthians encara assédio sobre Chicão e Emerson

Sem acertar renovação, Corinthians encara assédio sobre Chicão e Emerson

Sem acertar renovação, Corinthians encara assédio sobre Chicão e Emerson

Sem acertar renovação, Corinthians encara assédio sobre Chicão e Emerson

O Corinthians não age, deixa o tempo passar e fica com grande risco de perder Chicão e Emerson para a próxima temporada. Os dois jogadores já podem acertar vínculo futuro com outro clube e são cobiçados no mercado. A situação dificulta a renovação.
 
No caso de Emerson, os dirigentes do clube já se reuniram para discutir um novo acordo, mas ainda não entrarem em consenso. O atacante pede dois anos de contrato. O Vasco surge como a principal sombra.

Já Chicão não recebe a mesma atenção dos dirigentes. A renovação é considerada improvável, e de acordo com a Rádio Gaúcha, o zagueiro é alvo do Internacional para a próxima temporada.
 
Recentemente, Chicão alertou em sua conta no Twitter já ter o direito de acertar pré-contrato com outro clube. A atitude deixa claro que o jogador procura interessados e tenta alertar o Corinthians sobre o risco de saída.
 
'Já tivemos uma reunião com ele, assim como Emerson. Só que nas primeiras conversas nada ainda foi definido. Em relação ao que ele postou é o posicionamento dentro da legislação. Ele pode conversar com outro clube, mas para gente ainda não chegou nada', disse o diretor-adjunto do Corinthians, Duílio Monteiro Alves.
 
Além de Chicão e Emerson, o lateral-direito Alessandro também tem o contrato encerrado no fim do ano. O posicionamento da diretoria é de que existe a intenção em um acordo de renovação com o ala, mas a primeira reunião para renovação terminou sem acerto.

A Conmebol comunicou na tarde desta quinta-feira que os corintianos estão liberados para entrar no Morumbi na final da Recopa, no jogo entre Corinthians e São Paulo, marcado para o dia 3 de julho.

Inicialmente, os visitantes não poderiam entrar na casa são-paulina por causa da punição imposta pela entidade por causa da morte de Kevin Espada, atingido por um sinalizador no jogo entre Corinthians e San José na fase de grupos da Libertadores.

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes