Tite dá dicas para seleção, critica defesa da Espanha e aponta falhas de Torres

Tite dá dicas para seleção, critica defesa da Espanha e aponta falhas de Torres

Tite dá dicas para seleção, critica defesa da Espanha e aponta falhas de Torres

Tite dá dicas para seleção, critica defesa da Espanha e aponta falhas de Torres

Conhecido por sua forte personalidade e opiniões sinceras diante dos assuntos mais em evidência, o técnico do Corinthians, Tite, não mudou seu jeito ao comentar a decisão entre Brasil e Espanha no próximo domingo. O comandante corintiano esteve na última quinta-feira no Castelão para acompanhar in loco o jogo Espanha x Itália.

Tite virou uma das referências no Brasil na questão tática ao montar um Corinthians compacto e que joga em espaços curtos, no estilo europeu, que renderam títulos Paulista, Brasileiro, da Libertadores e do Mundial de Clubes.

Apostando em uma final da Copa das Confederações completamente aberta, sem favoritos, ele passou longe das tradicionais reverências ao time de Vicente Del Bosque e criticou alguns setores da seleção espanhola.

Segundo Tite, mesmo com a Espanha tendo sofrido apenas um gol nos quatro jogos da competição, a defesa está longe de ser considerada consistente. Sobre o ataque, o treinador corintiano disse que falta uma presença maior ao lado de Fernando Torres.

Pedro Ivo Almeida
Do UOL, em Fortaleza

'A final está aberta, muito aberta. Não há qualquer favoritismo. A Espanha não tem toda essa consistência defensiva que alguns acham. Além disso, lá na frente, falta uma certa presença de área para conclusões. Só tem o Fernando Torres por lá. Falta um outro homem', analisou.

'É claro que, pela posse de bola, tocando muito e dominando o adversário, criam um perigo. Mas eu acredito muito no Brasil, até pelo trabalho que vi durante todo o torneio', disse Tite, na saída da sala Vip da Arena Castelão, após acompanhar in loco a semifinal que a Fúria só superou os italianos nos pênaltis (7 a 6).

E foi justamente o semifinalista perdedor que ganhou seus maiores elogios após o jogo da última quinta-feira em Fortaleza.

'O Prandelli foi de uma felicidade imensa. soube neutralizar bem a Espanha pela direita. Montou três zagueiros, teve os alas marcando bem. Eles estão fazendo um grande trabalho', ressaltou o técnico corintiano.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Kazim não deve permanecer no Corinthians em 2018

    Corinthians quer definir destino de Kazim nos próximos dias; chegada de Dutra deve atrapalhar turco

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos pode ser emprestado para outro clube em 2018

    Com chegada de reforço, Corinthians estuda empréstimo de Fellipe Bastos

    ver detalhes
  • Minds Idiomas segue na manga da camisa corinthiana em 2018

    Com até bolsa de estudos a jogadores, Corinthians renova com patrocinador para manga da camisa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes