Gramado da Arena Corinthians cresce e estará apto para o futebol em outubro

Gramado da Arena Corinthians cresce e estará apto para o futebol em outubro

Gramado da Arena Corinthians cresce e estará apto para o futebol em outubro

Gramado da Arena Corinthians cresce e estará apto para o futebol em outubro

Do UOL, em São Paulo

O Corinthians informou em seu site oficial que o gramado da Arena Corinthians cresceu e já estaria pronto para prática esportiva. A grama foi importada dos Estados Unidos e é específica para o inverno. Novos plantios serão feitos em uma semana para cobrir falhas.

O gramado estará praticamente pronto em setembro, mas apto para jogos somente no final de outubro.

Apesar de ser viável a prática esportiva no campo, o estádio será entregue em 5 de janeiro de 2014, data estabelecida pela Fifa para a conclusão da arena corintiana, que terá parte do custo bancado com recursos públicos.

O estádio deverá custar R$ 1 bilhão e abrigará o primeiro jogo da Copa do Mundo.

A Caixa Econômica Federal aceitou o modelo de negócios apresentado pelo Corinthians para fazer o repasse dos R$ 400 milhões que ajudarão na construção da Arena Corinthians, segundo o presidente Mário Gobbi.

Para selar o acordo, o banco aguarda dois laudos que comprovem o valor do Parque São Jorge, principal garantia apresentada pelo clube no acordo.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Votação do impeachment no Parque São Jorge

    Confira em tempo real a votação do impeachment de Roberto de Andrade

    ver detalhes
  • Rodriguinho deve ser uma das opções para o Corinthians no BR-17

    Corinthians tem Chape e clássicos logo no começo; veja a tabela completa do BR-17

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade pode ser afastado nesta segunda-feira

    Linha do tempo e opiniões de conselheiros: tudo sobre o tema impeachment no Corinthians

    ver detalhes
  • Patch que será usado pelos jogadores no Dérbi de quarta-feira

    Rivalidade à parte: Corinthians e Palmeiras se unem e usarão logo no clássico

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes