FIFA: Taça não falta para o Corinthians de Tite

FIFA: Taça não falta para o Corinthians de Tite

FIFA: Taça não falta para o Corinthians de Tite

FIFA: Taça não falta para o Corinthians de Tite

Que seja aberta a sala de troféus novamente: o Corinthians derrotou nesta quarta-feira o São Paulo por 2 a 0, no jogo de volta no Pacaembu, e conquistou uma inédita Recopa Sul-Americana. Taça é o que não falta para o clube durante esta segunda passagem do técnico Tite.

Tem Copa do Mundo de Clubes da FIFA, Copa Libertadores da América, Campeonato Brasileiro, Campeonato Paulista e agora mais esta continental, no duelo com os atuais campeões da Copa Sul-Americana, um clássico brasileiro.

Futebol brasileiro que, aliás, assegura pelo terceiro ano consecutivo a Recopa, depois de títulos de Internacional e Santos nas últimas duas temporadas. O país agora soma oito títulos no geral nesta competição.

Com a bola rolando, em um momento de maior estabilidade, o Corinthians mandou em campo. Depois de vencer por 2 a 1 na partida de ida, no Morumbi, a equipe alvinegra poderia até empatar para sair triunfante. Mas assumiu a iniciativa a partir do apito inicial e mal viu sua meta ameaçada pelos rivais paulistanos.

O placar foi inaugurado no primeiro tempo, aos 35 minutos, em lance muito semelhante ao do gol que abriu a vitória da primeira partida. Emerson disparou pela esquerda, cruzou para Paolo Guerrero e viu a bola sobrar limpa na pequena área para a chegada de Romarinho. O atacante apareceu tranquilo em meio à confusão e empurrou para o gol vazio.

Na etapa complementar, o Tricolor esboçou reação. Aloísio até teve a chance de buscar o empate, soltou uma pancada e viu o goleirao Cassio bem posicionado para espalmar por cima do gol.

Aos 68 minutos, o placar foi definido. Guerrero mostrou que estava em grande noite e, após linda jogada individual, abriu para Fábio Santos na esquerda. O lateral cruzou na medida e Danilo, antes carrasco corintiano e agora algoz são-paulino, cabeceou firme para uma defesa parcial de Rogério. Na sobra, no entanto, não houve perdão: o meia, eleito o melhor jogador da disputa, estufou a rede para deixar o Pacaembu em êxtase com o título inédito, que dá sequência a um ciclo vitorioso do time treinado por Tite.

Fonte: FIFA

Veja Mais:

  • Rodriguinho foi um dos destaques do duelo na Arena; arbitragem bastante questionável

    Juiz 'esquece' pênaltis, Corinthians para na retranca do Vitória e perde a primeira no Brasileirão

    ver detalhes
  • Jô teve atuação discreta na derrota para Vitória

    Cássio é eleito destaque de derrota do Corinthians; quarteto ofensivo destoa

    ver detalhes
  • Arena Corinthians recebeu 42.075 pagantes nesta tarde de sábado

    Fiel canta na Arena após primeira derrota do Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Balbuena está fora do confronto de quarta-feira

    Balbuena leva terceiro amarelo, e Corinthians enfrentará Chape com zaga de jovens da base

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes