Rogério Ceni reconhece superioridade do Corinthians: 'estão um degrau acima'

Rogério Ceni reconhece superioridade do Corinthians: 'estão um degrau acima'

Rogério Ceni é freguês demais do Corinthians

Rogério Ceni é freguês demais do Corinthians

Foto: Miguel Schincariol

O ambiente no São Paulo não é nada bom. Após perder título da Recopa para o Corinthians, na zona mista, o capitão e ídolo do time, Rogério Ceni reconheceu que o Corinthians está num degrau superior ao do seu clube. Além disto, ele garantiu que não tem nenhum conflito com Luis Fabiano.


'O Corinthians é superior a nós. No conjunto e fisicamente. Muitos anso estivémos a frente, mas agora o São Paulo está um degrau abaixo, temos que reconhecer e buscar acertar. Não teremos muito tempo, vai acontecer durante o Brasileirão', desabafou Rogério Ceni.

Sobre os problemas de relacionamento com Luis Fabiano, Ceni garantiu que não existe isso. 'Eu converso com o Luis Fabiano todos os dias. Não só sobre o clube, mas sobre tudo. É um grande companheiro que tenho', finalizou Ceni, indo para o ônibus e garantindo que o clube não tem nenhum legado.

Com seis derrotas seguidas, este é um dos piores momentos do São Paulo. O clube aposta em Paulo Autuori para se reencontrar em campo. Mas, o treinador terá muito trabalho e sabe que a cobrança dos torcedores será grande.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Farfán foi companheiro de Guerrero na seleção do Peru

    Jornalista revela interesse do Corinthians em atacante peruano

    ver detalhes
  • Camisa a ser usada pelo Corinthians contra o Cruzeiro tem escudo da Chapecoense

    Em ação no Twitter, Corinthians exibe uniforme em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes