Chicão, Alessandro e Julio Cesar, maiores vencedores da história centenária do Corinthians

Chicão, Alessandro e Julio Cesar, maiores vencedores da história centenária do Corinthians

Para Alessandro, Chicão e Julio Cesar, a conquista da Recopa Sul-Americana contra o rival São Paulo, na noite desta quarta-feira e, diante do Pacaembu lotado, não foi simplesmente apenas mais um título com a camisa do Corinthians. Para o trio, o troféu sul-americano significou um passo definitivo para elevá-los ao topo na história do clube.

Agora, os três defensores podem bater no peito e dizer aos quatro cantos que são os jogadores mais vitoriosos da história do Timão. Ninguém que vestiu o manto alvinegro nos últimos 102 anos ganhou mais títulos do que esse trio. Chicão e Alessandro, que começaram a partida no banco, alcançaram nada menos do que a marca de oito troféus – maioria das vezes como titular, peças fundamentais e, no caso do lateral-direito, como capitão duas maiores, a Copa Libertadores e o Mundial de Clubes.

Já o goleiro, que chegou aos profissionais em 2004 vindo da base, teve na Recopa sua 9conquista pelo Corinthians. Vale lembrar que, na maior parte dos campeonatos, Julio Cesar fazia parte do elenco, mas não participou em sequência, ficando na reserva a maioria dos jogos. Mas vale ressaltar também que o jogador mais vitorioso da história, foi titular em seis dos 14 confrontos da América e atuou em quase todos 38 jogos do pentacampeonato brasileiro (2011).

Del Debbio (zagueiro nas décadas de 20 e 30), Kléber (lateral-esquerdo na década de 90 e início dos anos 2000) e Marcelinho Carioca (um dos maiores ídolos da torcida) ostentam oito conquistas e a alcunha de maiores ganhadores com a camisa alvinegra. Agora, eles terão de dividir esse posto com Chicão e Alessandro e, na frieza do número de conquistas, ficar atrás do prata da casa Julio Cesar.

Outro detalhe que chama atenção nessa impressionante galeria de troféus do trio é a participação em um dos momentos mais importantes do Corinthians: a reconstrução após a queda para a Série B. Foi na Segundona, inclusive, que a trajetória vitoriosa do trio foi iniciada. Naquele ano de 2008, quando aceitaram o projeto, Chicão e Alessandro não imaginavam que chegariam a oito conquistas pelo clube. Nem Julio Cesar sonharia que, ao permanecer depois do rebaixamento, faria parte de elencos tão vitoriosos, que ganharia tanto...

O NOVO TRIO MAIS VITORIOSO DA HISTÓRIA:

Chicão – oito títulos
Paulistão (2009 e 2013), Série B (2008), Copa do Brasil (2009), Brasileiro (2011), Recopa Sul-Americana (2013), Copa Libertadores (2012) e Mundial de Clubes da Fifa (2012). Oito canecos, a maioria como titular absoluto!

Alessandro – oito títulos
Paulistão (2009 e 2013), Série B (2008), Copa do Brasil (2009), Brasileiro (2011), Recopa Sul-Americana (2013), Copa Libertadores (2012) e Mundial de Clubes da Fifa (2012). Oito canecos e capitão nos mais importantes!

Julio Cesar – nove títulos
Paulistão (2009 e 2013), Série B (2008), Copa do Brasil (2009), Brasileiro (2005 e 2011), Recopa Sul-Americana (2013), Copa Libertadores (2012) e Mundial de Clubes (2012). Maior vencedor da história: nove conquistas!

QUEM FOI IGUALADO PELO TRIO:

Armando DEL DEBBIO

Nascimento:
2/11/1904 – Morreu em 8/5/1984

Posição:
Zagueiro

Jogos e gols:
215 e 2

Títulos:
Campeonatos Paulistas de 1922, 1923, 1924, 1928, 1929, 1930, 1937 e 1939.

MARCELINHO Pereira Surcin

Nascimento:
31/12/1971

Posição:
Meia

Jogos e gols:
427 e 206

Títulos:
Mundial de 2000; Brasileiros de 1998 e 1999; Copa do Brasil de 1995; Campeonatos Paulistas de 1995, 1997, 1999 e 2001.

KLÉBER de Carvalho Correia

Nascimento:
1/4/1980

Posição:
Lateral-esquerdo

Jogos e gols:
260 e 8

Títulos:
Mundial de 2000; Brasileiro de 1998 e 1999; Copa do Brasil de 2002; Rio-São Paulo 2002; Campeonatos Paulistas de 1999, 2001 e 2003.

Fonte: Lancenet

Veja Mais:

  • Alan Santos tem conversas avançadas com Corinthians

    Corinthians negocia contratação de volante do Coritiba, diz portal

    ver detalhes
  • Giovanni Augusto treinou como lateral nesta terça-feira

    Giovanni na lateral, mudança na zaga e susto de Rildo: o treino desta terça do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians encara o Cruzeiro neste domingo, no Mineirão

    Resultado no Mineirão vale mais que os três pontos para Corinthians e Cruzeiro; entenda

    ver detalhes
  • Walter prestará homenagem a Danilo em suas luvas

    Walter usará luva personalizada em tributo a ex-goleiro da Chapecoense Danilo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes