Crise do rival não torna Corinthians favorito, diz Tite

Crise do rival não torna Corinthians favorito, diz Tite

Crise do rival não torna Corinthians favorito, diz Tite

Crise do rival não torna Corinthians favorito, diz Tite

Para Tite (foto), enfrentar um combalido São Paulo, que não vence há 11 jogos e perdeu os últimos oito, não é bom para o Corinthians. E ele explica: 'Em clássicos, as responsabilidades têm de ser divididas. Do jeito que está, é o Corinthians que tem de marcar os gols, buscar o jogo. Pende muito para o nosso lado. Isso não é bom. Tem de saber jogar com essa pressão.'


Apesar da empolgação da torcida (até o fim da tarde de sexta 29 mil ingressos já haviam sido vendidos), o treinador rechaça o favoritismo para o clássico de domingo, no Pacaembu. 'Nosso time pode até estar em um melhor momento, mas isso não é determinante.'

Para justificar a sua preocupação, Tite lembrou a partida contra o Palmeiras pela primeira fase do Campeonato Paulista de 2011. O time acabara de ser eliminado precocemente da Libertadores pelo Tolima, o time estava desfalcado e a sua cabeça estava a prêmio. Mesmo diante de tantas adversidades, o Corinthians venceu por 1 a 0, gol de Alessandro. 'Está aí a prova de que em um clássico as forças se equilibram. A grandeza dos dois clubes prevalece nesse aspecto.'

O principal objetivo do treinador é fazer a sua equipe voltar a jogar bem o mais rápido possível. A campanha no Campeonato Brasileiro é muito irregular. O time somou dez pontos em oito rodadas e ocupa a incômoda 13ª posição. Em caso de derrota, será ultrapassado pelo que tem oito pontos e dois jogos a mais.

'Sei que o G4 está longe, mas nesse momento temos de chegar pelo menos no G8. O adversário está com problema, como qualquer time grande tem, mas precisamos pensar no nosso trabalho e na recuperação.'

O Corinthians tem o segundo pior ataque do Brasileirão, com apenas seis gols. A equipe só está à frente do lanterna Náutico, que balançou as redes quatro vezes.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Marciel e Jô despertam interesse de times brasileiro e alemão; Juninho, Scarpa e Tréllez podem chegar

    Mercado agitado! Veja quem pode deixar e reforçar o Corinthians no resumão do Meu Timão

    ver detalhes
  • Pablo pode voltar a jogar pelo Corinthians em 2018

    Resultado de enquete: torcida se posiciona sobre 'retorno' de Pablo ao Corinthians

    ver detalhes
  • Renato Bittar, empresário de Balbuena, com o zagueiro na porta do CT

    Empresário de Balbuena fala em três ofertas da Europa, mas faz ponderação sobre o zagueiro

    ver detalhes
  • Marcelo Hermes deve ser emprestado pelo Benfica em 2018; Corinthians de olho

    Protegido por R$ 175 milhões, lateral do Benfica é oferecido ao Corinthians para 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes