Edenílson sonha com a seleção brasileira

Edenílson sonha com a seleção brasileira

O camisa 21 vem contribuindo bastante para a sequência da equipe

O camisa 21 vem contribuindo bastante para a sequência da equipe

Foto: Daniel Augusto/Ag. Corinthians

Edenílson chegou ao Corinthians, na metade de 2011, como um mero desconhecido vindo do Caxias e com pretensões para lá de humildes. Queria, primeiramente, cavar sua vaga no banco. Depois, quem sabe, pintar como reserva de Paulinho no meio, para, após alguns meses, tentar brigar por posição entre os titulares.
 
O tempo passou, as aspirações e até a posição mudaram. Edenílson foi improvisado na lateral, agradou à comissão técnica, mandou Alessandro para o banco de reservas e hoje, às 16h, contra o Criciúma -; apelidado de Tigre -;, vai para o oitavo jogo seguido como titular. E a maior sequência na equipe já faz o jogador sonhar alto.
 
Nada de se contentar em ser sombra de alguém mais experiente. Mesmo com 23 anos, ele quer é se firmar de vez entre os titulares e, por que não, conseguir uma vaguinha na seleção brasileira. Jean, hoje reserva de Daniel Alves no grupo de Felipão, trilhou caminho parecido.
 
'A questão é trabalhar bem no clube. O trabalho leva à seleção. O Jean não vinha atuando na lateral, mas estava fazendo um bom trabalho no Fluminense. Até por também jogar em várias funções. Mas, antes de tudo, quero me firmar aqui, um passo de cada vez', falou Edenílson ao DIÁRIO.
 
Até a Copa do Mundo está na mira do lateral. Embora não tenha pressa ou afobação de vestir a amarelinha, o sonho de disputar o Mundial no Brasil existe. 'Todo mundo sonha e a gente está no bolo. Todo mundo na mesma luta. Primeiro quero que a equipe deslanche. Em questão de Copa do Mundo, a gente pensa depois', contou.

desempenho/ Edenílson não joga sozinho, claro, mas o camisa 21 vem contribuindo bastante para a sequência da equipe. Nos últimos sete jogos -; foi titular em todos -;, o Timão perdeu só um, ganhou quatro e empatou dois. Foram apenas três gols sofridos.
 
'Acredito que meus jogos nessa sequência foram bons. Nossa defesa tem ido muito bem também, mas por competência da equipe inteira. O time todo ajuda, por isso a gente vai tão bem', disse.
 
No treino de ontem, Tite confirmou que vai poupar Emerson, deixando-o no banco. Renato Augusto ganha chance.

Entrevista:

DIÁRIO_ Você vem de uma boa sequência de jogos. Em que ponto evoluiu mais?

EDENÍLSON_ Acho que principalmente na marcação. Por setor, homem a homem, enfim, nas questões gerais de marcação. Mas espero evoluir ainda mais nessa parte.

Por ter começado jogando no meio no Caxias, é justamente na marcação que você procura prestar mais atenção?

Com certeza. O professor Tite sempre fala sobre isso. Nos treinos e até nos jogos, eu estou dando atenção maior para a marcação. Até para poder chegar a um bom estágio o mais rapidamente possível.

O Corinthians anda patinando no Brasileiro. Qual a importância de vencer a segunda partida seguida?

O que vai nos fazer chegar lá em cima é uma boa sequência de vitórias. Pontuar é bom e o empate nem seria ruim, mas uma sequência de duas, três vitórias, pode nos colocar lá em cima. Assim, vamos brigar por coisa melhor lá na frente.

Como é o seu relacionamento com o Alessandro?
A gente conversa mais o básico. Nos jogos, eu o escuto gritando comigo às vezes. Mais para incentivar, mesmo. Contra o Grêmio, ouvi o Alessandro falando 'vamos, vamos'. É legal isso. Quando ele jogava, acontecia o mesmo da minha parte.

Ele já te deu algum puxão de orelha depois de um jogo?
Ah, isso não aconteceu. Quando acontece algum lance errado, nem dá tempo de ele falar, o Tite já chama e fala (risos).

Você não era lateral, mas tem algum ídolo na posição?
Pela conduta tanto dentro quanto fora de campo e, pelo futebol e pela raça, eu me espelho no Alessandro. É um cara consagrado, que ganhou tudo e espero que conquiste mais.

Opinião

Tite, técnico do Corinthians

Está evoluindo na parte defensiva

O Edenílson é um bom garoto e, nesse tempo que vem jogando, mostrou uma evolução, principalmente, na parte da marcação. Ele aprendeu bastante os gestos técnicos que a posição exige. Como eu gosto de falar, aprendeu a botar a bunda no chão, ou seja, abaixar o centro de gravidade na hora de ir para a marcação do adversário.

Detalhes técnicos como marcar o adversário mais de lado, facilitando sua corrida de recuperação caso o adversário passe em velocidade, deixar o lado da perna ruim do rival mais aberto do que o outro, fechar nas costas do zagueiro para afastar a bola aérea que passa da segunda trave e a função de ocupar melhor os espaços na defesa.

Enfim, toda essa parte de marcação. Ele jogava mais do meio para frente. No Caxias, atuava até de meia mesmo. Por esse passado ofensivo, o Edenílson já tinha o poder de infiltração, a chegada ao ataque em velocidade. Faltava aprimorar a parte defensiva e, nesse ponto, ele realmente vem evoluindo bastante.

FICHA TÉCNICA:

Criciúma
4-4-2
Helton Leite; Sueliton, Matheus Ferraz, Fábio Ferreira e Marlon; Amaral, Elton, Leandro Brasília e Ivo; Lins e Wellington Paulista. T: Vadão

Corinthians
4-2-3-1
Cássio; Edenílson, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf e Paulinho; Romarinho, Danilo e Renato Augusto; Guerrero. T: Tite

BRASILEIRÃO > 1 TURNO -; 11 RODADA

Onde: Heriberto Hulse, em Criciúma (SC), às 16h

Juiz:  Sandro Meira Ricci (PE)

TV: Globo e Band

Fonte: Diário de São Paulo

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes