Corinthians e Odebrecht estudam antecipar receitas de camarotes de estádio

Corinthians e Odebrecht estudam antecipar receitas de camarotes de estádio

Corinthians e Odebrecht estudam antecipar as receitas que serão geradas com o aluguel de camarotes do futuro estádio do clube. A ideia é usar o dinheiro já para cobrir despesas finais da obra.

Pela fórmula analisada, os responsáveis pela arena calcularão quando irão receber com a negociação dos camarotes. Um novo fundo junta investidores que dariam essa quantia agora para a administração do estádio. Quando os camarotes forem negociados, os cotistas do novo fundo receberão o dinheiro arrecadado, com taxas que garantiriam o lucro.

A justificativa para a operação é de que com a demora da liberação do empréstimo de R$ 400 milhões do BNDES foram feitos empréstimos-ponte. Os juros dessas operações aumentaram o custo da obra. A antecipação das receitas dos camarotes garantiria juros menores do que novas operações bancárias.

Em assembleia, os controladores do estádio já aprovaram a estruturação de um Fundo de Investimento Imobiliário que terá como objetivo adquirir “determinados direitos de exploração comercial de ativos da Arena Corinthians”, como diz ata de reunião publicada no Diário Oficial de São Paulo.

A expectativa da direção do Corinthians é de que até o final de agosto sejam liberados R$ 400 milhões do BNDES para a Caixa, que fará o repasse para o clube e a Odebrecht.

Fonte: Blog do Perrone

Veja Mais:

  • Kazim marcou um dos gols da vitória do Timão na Florida Cup

    Corinthians conhece adversário de final da Florida Cup 2017

    ver detalhes
  • Timão conquistou a vaga sobre o Flamengo na Arena Barueri

    Corinthians bate Flamengo e vai à semifinal da Copinha

    ver detalhes
  • Pedrinho fez golaço de empate do Corinthians

    Golaço faz meia do Corinthians beirar nota máxima da torcida; árbitro quase zera

    ver detalhes
  • Pottker ainda defenderá a Ponte no Paulistão antes de chegar ao Corinthians

    Corinthians acerta contratação de Pottker para depois do Paulistão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes