Goleiro admite toque em Emerson, mas nega ter cometido pênalti polêmico

Goleiro admite toque em Emerson, mas nega ter cometido pênalti polêmico

Goleiro admite toque em Emerson, mas nega ter cometido pênalti polêmico

Goleiro admite toque em Emerson, mas nega ter cometido pênalti polêmico

Do UOL, em São Paulo

O Corinthians bateu o Vitória por 2 a 0, mas a vantagem poderia ter sido ainda maior se o juiz Elmo Resende da Cunha tivesse marcado um pênalti em Emerson no fim do primeiro tempo. Ainda no intervalo, o atacante reclamou da não marcação e o goleiro do time baiano admitiu ter tocado o rival no lance.

'Toquei, mas foi um toquinho e não foi suficiente para dar o pênalti. O árbitro de trás do gol falou que não foi, e felizmente ele não marcou. Não existe meio pênalti', disse Wilson.

'Errar é humano, todos nós erramos. Só precisa ter um pouco mais de atenção, comprometimento, que ninguém está de brincadeira, tem uma semana inteira de trabalho. Se não foi pênalti, foi simulação. Por que ele me deu cartão?', disse Emerson à rádio Globo.

O lance aconteceu nos minutos finais da primeira etapa. Alexandre Pato recebeu, limpou um zagueiro e bateu forte. Wilson soltou e Emerson chegou rápido no rebote, mas caiu na sequência alegando ter sido tocado pelo goleiro.

Elmo Resende da Cunha se enrolou, ameaçou marcar pênalti e acabou atendendo a orientação de seu auxiliar posicionado atrás do gol do Vitória, mandando o jogo seguir. Segundo o Sportv, o juiz foi questionado sobre o lance e disse ter concordado com a visão de Wilson, indicando que houve o toque, mas que não teria sido suficiente para haver o pênalti.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Minds Idiomas segue na manga da camisa corinthiana em 2018

    Com até bolsa de estudos a jogadores, Corinthians renova com patrocinador para manga da camisa

    ver detalhes
  • Renê Júnior, Zé Rafael e Juninho Capixaba: Corinthians de olho em trio do Bahia

    Novo presidente do Bahia é eleito, e Corinthians deve definir ao menos três negociações

    ver detalhes
  • Ronaldo não tem interesse em trabalhar com futebol no Brasil

    Ronaldo admite apoio a Andrés, mas nega vontade de assumir cargo no Corinthians

    ver detalhes
  • Meia pode ser envolvido em troca por jogadores do atual plantel alvinegro

    Segundo jornalista, Corinthians lidera briga com rivais paulistas por meia do Fluminense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes