Pai de Kevin lamenta fim de investigação

Pai de Kevin lamenta fim de investigação

Pai de Kevin lamenta fim de investigação e vê Justiça agir por dinheiro

Pai de Kevin lamenta fim de investigação e vê Justiça agir por dinheiro

Após receber a notícia da arquivação do processo de investigação do caso da morte do filho Kevin Espada, o pai Limbert Beltran mostrou surpresa e decepção. Impotente, Beltrán lamenta ter acreditado demais na Justiça e em seus advogados e dz que esperava mais do Corinthians, que, segundo ele, tratou o caso como uma negociação de jogador.

'É muito injusto o que acontece. Vejo que as pessoas são duras, insensíveis, acham que o que importa é dinheiro, mas não há dinheiro que pague a perda de um um filho, que resolva', disse, em entrevista ao jornal Lance!.

Linbert diz ter confiado em seus advogados e na Justiça para que o caso fosse resolvido, já que ele e sua família são 'ignorantes em leis'. Apesar da confiança, o pai do jovem morto em Oruro diz que já esperava que o jovem corintiano que assumiu a culpa do disparo do sinalizador que acertou Kevin saísse impune.

'Este jovem estará na rua, solto e feliz, e nada vai acontecer. Aconteceu o que eu esperava. Sinto uma impotência, pois confiei demais em quem não devia e agora não vejo como fazer mais nada', admite, sem eperanças.

O boliviano ainda acusa a Justiça de seu país de ter se deixado manipular por questões políticas nas investigações e ter agido por dinheiro. 'Pensava que o Brasil era um país diferente, com mentalidade avançada, mas paro para pensar e vejo que é o mesmo que a Bolívia. As coisas acontecem por interesse. Isso é triste, lamentável'.

Mas a decepção de Limbert Beltran não é só com a Justiça, como também com o Corinthians, que se dispôs a ajudar a família, mas não tratou o caso como o boliviano esperava. Primeiro, o clube paulista ofereceu US$ 200 mil para a família,, por meio de um deputado, mas depois baixou a oferta para US$ 50 mil.

'Não tive outra alternativa. Parecia negociação de jogador. Eu me arrependo de ter esperado, de ter demorado. Talvez, se tivesse mais dinheiro antes, poderia ter tentado pelas próprias mãos fazer algo, não confiar na Justiça Pública. Eu esperava mais do Corinthians, me pareceu que eles só quiseram aparecer para a imprensa, mas não estavam realmente interessados na situação'.

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Corinthians imagina que receberá propostas por Yago e Balbuena

    Corinthians estuda vender zagueiro e intensifica busca por contratação defensiva

    ver detalhes
  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Sub-20 comemorando título do Corinthians/UNIP no futsal

    Sub-20 conquista título estadual e Corinthians fica perto de fim de ano perfeito no futsal

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Genilson

    Ranking: 669º

    Genilson 792 comentários

    4º. por @morrediabo

    Olhem a Nota Oficial do Corinthians abaixo. Agora o Paizão do Garoto se faz de injustiçado e etc...deve estar arrependido, pois não houve condenação e não entrou dinheiro nenhum, pois recusou ajuda quando lhe foi oferecida!

  • Foto do perfil de Ronaldo

    Ranking: 4486º

    Ronaldo 106 comentários

    3º. por @marchiloco

    LIXUOL como sempre valorizando nossa imagem! E uma beleza! Pessoal do site quem ta ganhando ai pra publicar essas porcarias que absurdo isso o tempo todo desgastando nossa imagem e vocês ajudando a publicar isso? Ta loko meu!

  • Foto do perfil de Victor

    Ranking: 206º

    Victor 1947 comentários

    2º. por @victor.rodrigues1

    Que desgraça que esse cara ainda queria? !

  • Foto do perfil de Genilson

    Ranking: 669º

    Genilson 792 comentários

    1º. por @morrediabo

    A nota do Corinthians:
    "Nos últimos dois dias (17 e 18 de março de 2013), a direção do Sport Club Corinthians Paulista entrou em contato com a família de Kevin Beltrán Espada. Por respeito à memória do menino e à dor dos parentes, o clube solicitou ao Vice-Consulado do Brasil em Cochabamba, na Bolívia, para que fizesse o convite formal aos pais do jovem. Após quatro tentativas, o Corinthians recebeu uma resposta positiva para que a conversa fosse realizada.
    Nos dois contatos feitos entre a direção do Corinthians e o pai de Kevin, Sr. Limbert Beltrán, o clube reforçou o luto e o pesar pelo precoce falecimento do torcedor, no último dia 20 de fevereiro, em Oruro (BOL).
    Mesmo sabendo que nenhuma ação vai desfazer o triste episódio e acabar com a dor da família, o Corinthians também ofereceu uma ajuda, que foi recusada pelos parentes de Kevin Beltrán Espada. Em ambos os contatos, houve participação do vice-cônsul do Brasil em Cochabamba, Vitorino Barros da Silva.