Corinthians 0 x 0 Náutico - Ficou feio, hein Timão...

Corinthians 0 x 0 Náutico - Ficou feio, hein Timão...

Corinthians 0 x 0 Náutico - Ficou feio, hein Timão...

Corinthians 0 x 0 Náutico - Ficou feio, hein Timão...

Em jogo de baixo nível técnico, Corinthians e Náutico não saíram do 0 a 0, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. A despeito de enfrentar a pior equipe do Campeonato Brasileiro, o time alvinegro paulistano não conseguiu chegar ao gol, frustrando os torcedores presentes.


Com o resultado, fechou o primeiro turno (19.ª rodada) na quinta posição, com 30 pontos - 10 atrás do líder Cruzeiro. O clube pernambucano, por sua vez, permaneceu na última colocação com apenas 9 pontos e com treze a menos que o primeiro time fora da zona do rebaixamento, o Atlético Mineiro.

Problemas!
Corinthians e Náutico entraram com vários desfalques no jogo do Pacaembu. No time alvinegro, a lista foi grande. Além dos atacantes Alexandre Pato e Paolo Guerrero, que estão defendendo as seleções brasileira e peruana, respectivamente, o técnico Tite não contou com o goleiro Cássio, o lateral-esquerdo Fábio Santos e o meia Renato Augusto, todos se recuperando de lesão.

O meia Douglas e o atacante Emerson também não atuaram porque estavam suspensos. Com tantas ausências, restou a Tite dar chance a garotos como Igor, na lateral esquerda, e Léo, no ataque. No gol, foi a vez de Danilo Fernandes disputar a segunda partida consecutiva com a camisa alvinegra.

Pelo lado do Náutico, o goleiro Ricardo Berna e o meia Martinez foram os desfalques. A equipe ainda contou com a estreia do técnico Levi Gomes. Ele era auxiliar do recém-demitido Jorginho e foi efetivado na função.

O jogo
Logo aos 5 minutos, o Corinthians teve a primeira oportunidade importante para abrir o placar. Após falha do zagueiro Leandro Amaro, a bola sobrou para o volante Edenílson, que arrancou e chutou forte para o gol, o que obrigou o goleiro Gideão a espalmar com dificuldade para a linha de fundo.

A despeito da primeira oportunidade, a equipe paulista mantinha a postura dos jogos mais recentes de finalizar pouco ao gol. Ao Náutico, desesperado na competição, restava tentar impedir que o adversário tivesse o domínio da posse de bola, justamente para evitar maiores riscos.

Aos 18 minutos, o zagueiro corintiano Paulo André até tentou um chute de fora da área. Atento, Gideão defendeu com segurança, evitando maiores sustos para a equipe do Nordeste. Aos 32, Edenílson, um dos mais atuantes da partida, tentou também um novo chute ao gol. A bola, no entanto, pegou muita força e passou bem acima do gol do Náutico.

O jogo seguiu sem lances intensos até o encerramento do primeiro tempo. Com um nível técnico bastante fraco apresentado por ambas as equipes, restou à torcida presente no Pacaembu comemorar os anúncios dos gols que o rival São Paulo, também na zona de rebaixamento, tomava em Curitiba contra o Coritiba.

Sufoco, mas...
Para a segunda etapa, só o Náutico promoveu mudança, com a entrada no ataque de Hugo no lugar de Rogério. Novamente aos 5 minutos, o Corinthians foi o time que criou a primeira oportunidade, agora por meio de Romarinho, que, no entanto, chutou fraco para o gol, para defesa tranquila de Gideão.

Um pouco mais ousado no ataque, o time alvinegro paulistano começou a criar mais oportunidades de gol do que no primeiro tempo. Em uma delas, em cobrança de falta aos 9 minutos, Romarinho chutou com perigo e a bola passou raspando a trave, animando a torcida no Pacaembu.

Aos 15 minutos, Edenílson voltou a aparecer perigosamente. Em boa jogada, ele arriscou um chute forte de fora da área, obrigando Gideão a se esticar todo para colocar a bola pela linha de fundo. Aos 21, na melhor oportunidade do jogo até aquele momento, o Corinthians, por muito pouco, não abriu o placar. Em bola recebida na grande área, Paulo André mandou um lindo chute. Em nova defesa importante, Gideão evitou aquilo que seria um golaço no Pacaembu.

Depois de alguns minutos de marasmo, o Corinthians teve outra grande chance incrível aos 37 minutos com Ibson. Ele recebeu a bola na entrada da área, ajeitando-a com peito e chutou com força. Sem chances para o goleiro, a bola explodiu no travessão.

Aos 45, a equipe paulista teve ainda uma última boa oportunidade por meio de cobrança de falta do jovem Igor. Ele bateu com categoria, mas Gideão fez nova defesa e segurou o empate para a equipe pernambucana.

Próximos jogos
O Corinthians volta a campo nesta quarta-feira contra o Botafogo, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 20.ª rodada - a primeira do segundo turno. No mesmo dia, o Náutico receberá o Grêmio, na Arena Pernambuco. Ambos os jogos serão às 21h50.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Guilherme Arana é um dos principais jogadores do país em 2017

    Time espanhol trata Arana como prioridade e deve apresentar nova oferta para o Corinthians

    ver detalhes
  • Romero e Balbuena foram convocados pelo técnico Arce

    Lesão não impede convocação de Balbuena; Paraguai libera lista com os jogadores do Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians não vê jogo da equipe na TV aberta há quase um mês

    Fiel só tem uma opção para assistir na TV ao jogo do Corinthians contra Chapecoense

    ver detalhes
  • Elias deixou o Corinthians há um ano para reforçar o Sporting, de Portugal

    Por momento ruim do Atlético-MG, Elias cogita retorno ao Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes