Corinthians 0 x 0 Náutico - Ficou feio, hein Timão...

Corinthians 0 x 0 Náutico - Ficou feio, hein Timão...

Corinthians 0 x 0 Náutico - Ficou feio, hein Timão...

Corinthians 0 x 0 Náutico - Ficou feio, hein Timão...

Em jogo de baixo nível técnico, Corinthians e Náutico não saíram do 0 a 0, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. A despeito de enfrentar a pior equipe do Campeonato Brasileiro, o time alvinegro paulistano não conseguiu chegar ao gol, frustrando os torcedores presentes.


Com o resultado, fechou o primeiro turno (19.ª rodada) na quinta posição, com 30 pontos - 10 atrás do líder Cruzeiro. O clube pernambucano, por sua vez, permaneceu na última colocação com apenas 9 pontos e com treze a menos que o primeiro time fora da zona do rebaixamento, o Atlético Mineiro.

Problemas!
Corinthians e Náutico entraram com vários desfalques no jogo do Pacaembu. No time alvinegro, a lista foi grande. Além dos atacantes Alexandre Pato e Paolo Guerrero, que estão defendendo as seleções brasileira e peruana, respectivamente, o técnico Tite não contou com o goleiro Cássio, o lateral-esquerdo Fábio Santos e o meia Renato Augusto, todos se recuperando de lesão.

O meia Douglas e o atacante Emerson também não atuaram porque estavam suspensos. Com tantas ausências, restou a Tite dar chance a garotos como Igor, na lateral esquerda, e Léo, no ataque. No gol, foi a vez de Danilo Fernandes disputar a segunda partida consecutiva com a camisa alvinegra.

Pelo lado do Náutico, o goleiro Ricardo Berna e o meia Martinez foram os desfalques. A equipe ainda contou com a estreia do técnico Levi Gomes. Ele era auxiliar do recém-demitido Jorginho e foi efetivado na função.

O jogo
Logo aos 5 minutos, o Corinthians teve a primeira oportunidade importante para abrir o placar. Após falha do zagueiro Leandro Amaro, a bola sobrou para o volante Edenílson, que arrancou e chutou forte para o gol, o que obrigou o goleiro Gideão a espalmar com dificuldade para a linha de fundo.

A despeito da primeira oportunidade, a equipe paulista mantinha a postura dos jogos mais recentes de finalizar pouco ao gol. Ao Náutico, desesperado na competição, restava tentar impedir que o adversário tivesse o domínio da posse de bola, justamente para evitar maiores riscos.

Aos 18 minutos, o zagueiro corintiano Paulo André até tentou um chute de fora da área. Atento, Gideão defendeu com segurança, evitando maiores sustos para a equipe do Nordeste. Aos 32, Edenílson, um dos mais atuantes da partida, tentou também um novo chute ao gol. A bola, no entanto, pegou muita força e passou bem acima do gol do Náutico.

O jogo seguiu sem lances intensos até o encerramento do primeiro tempo. Com um nível técnico bastante fraco apresentado por ambas as equipes, restou à torcida presente no Pacaembu comemorar os anúncios dos gols que o rival São Paulo, também na zona de rebaixamento, tomava em Curitiba contra o Coritiba.

Sufoco, mas...
Para a segunda etapa, só o Náutico promoveu mudança, com a entrada no ataque de Hugo no lugar de Rogério. Novamente aos 5 minutos, o Corinthians foi o time que criou a primeira oportunidade, agora por meio de Romarinho, que, no entanto, chutou fraco para o gol, para defesa tranquila de Gideão.

Um pouco mais ousado no ataque, o time alvinegro paulistano começou a criar mais oportunidades de gol do que no primeiro tempo. Em uma delas, em cobrança de falta aos 9 minutos, Romarinho chutou com perigo e a bola passou raspando a trave, animando a torcida no Pacaembu.

Aos 15 minutos, Edenílson voltou a aparecer perigosamente. Em boa jogada, ele arriscou um chute forte de fora da área, obrigando Gideão a se esticar todo para colocar a bola pela linha de fundo. Aos 21, na melhor oportunidade do jogo até aquele momento, o Corinthians, por muito pouco, não abriu o placar. Em bola recebida na grande área, Paulo André mandou um lindo chute. Em nova defesa importante, Gideão evitou aquilo que seria um golaço no Pacaembu.

Depois de alguns minutos de marasmo, o Corinthians teve outra grande chance incrível aos 37 minutos com Ibson. Ele recebeu a bola na entrada da área, ajeitando-a com peito e chutou com força. Sem chances para o goleiro, a bola explodiu no travessão.

Aos 45, a equipe paulista teve ainda uma última boa oportunidade por meio de cobrança de falta do jovem Igor. Ele bateu com categoria, mas Gideão fez nova defesa e segurou o empate para a equipe pernambucana.

Próximos jogos
O Corinthians volta a campo nesta quarta-feira contra o Botafogo, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 20.ª rodada - a primeira do segundo turno. No mesmo dia, o Náutico receberá o Grêmio, na Arena Pernambuco. Ambos os jogos serão às 21h50.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Índio deu a vitória ao Corinthians/UNIP

    Com gol no fim, Corinthians vira para cima do Sorocaba e se aproxima do título nacional

    ver detalhes
  • Oswaldo comandou atividades desta segunda-feira

    Oswaldo esboça Corinthians para duelo com Cruzeiro; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Oya é um dos destaques do Timão na disputa no Sul do Brasil

    Timão joga bem, mas não impede segunda derrota na Copa Internacional Sub-20

    ver detalhes
  • Dispensado do Corinthians, Willians se pronuncia em rede social

    Dispensado do Corinthians, Willians se pronuncia em rede social

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes