Tite evita falar de título, que agora precisa de arrancada recorde

Tite evita falar de título, que agora precisa de arrancada recorde

560 visualizações 16 comentários Comunicar erro

Tite evita falar de título, que agora precisa de arrancada recorde

Tite evita falar de título, que agora precisa de arrancada recorde

Do UOL, em São Paulo

Questionado sobre a possibilidade do título brasileiro, Tite preferiu não falar diretamente sobre o assunto e voltou a colocar o G-4 como meta. Para ser campeão brasileiro, o Corinthians precisa de uma arrancada recorde que tire os 13 pontos de vantagem para o líder Cruzeiro.

'Tenho muito cuidado ao responder essas perguntas. Senão eu falo: `Ah, o titulo'. E aí saí que o Tite falou que não dá mais. Nosso próximo passo é fazer de cada jogo uma decisão. O momento é de chegar no G-4, depois é outra história', disse o técnico corintiano, após a derrota por 1 a 0 para o Botafogo.

As estatísticas mostram um cenário muito complicado. Apesar da quinta colocação e da melhor defesa do torneio, o Corinthians está muito distante do líder Cruzeiro. Até hoje, a maior distância já revertida por um campeão da era dos pontos corridos foi de 11 pontos, em duas oportunidades.

Em 2008, o São Paulo ficou a essa distância do Grêmio na primeira rodada do returno, e conquistou a terceira taça no último jogo. No ano seguinte, o Flamengo ficou com os mesmos 11 pontos de desvantagem para o Inter, mas reverteu a partir da 21ª rodada, portanto em menos tempo que o time paulista.

De qualquer modo, para chegar ao seu sexto título brasileiro o Corinthians precisaria de um segundo turno quase perfeito. No atual cenário, isso só parece possível se Tite conseguir finalmente dar sequência a uma formação que repita o bom desempenho de duas semanas atrás, na goleada por 4 a 0 sobre o Flamengo.

'Eu acreditava na possibilidade de repetir, de encontrar equipe no melhor momento, fazer um grande jogo e dar sequência. Aquela era a oportunidade de fluir com o bom resultado. Ela encorpa dessa forma. Não consegui isso ao longo do campeonato', disse Tite.

Naquela ocasião, o time apresentou Douglas como armador e Alexandre Pato, Romarinho e Guerrero no trio ofensivo. A parceria entre os dois primeiros, em especial, deu certo e animou técnico e torcida. O problema é que o camisa 7 foi chamado à seleção, assim como seu companheiro peruano.

Os dois desfalques se somaram aos lesionados Guilherme e Renato Augusto e o time perdeu para o Inter no Sul por 1 a 0. Para completar, ficaram ainda sem Cássio e Fábio Santos, igualmente machucados, e Douglas e Emerson, suspensos. No último fim de semana, com vários garotos em campo, o Corinthians só empatou por 0 a 0 contra o lanterna Náutico.

Diante do Botafogo, foi Ralf quem fez mais falta ao time, também suspenso. A nova derrota fez o Corinthians completar três rodadas marcando passo na tabela, com o Cruzeiro abrindo nove pontos a mais do que os quatro que já possuía. No próximo domingo, Tite terá de redescobrir o time para poder vencer o Goiás e seguir sonhando com a taça.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Léo Príncipe está de saída do Corinthians por empréstimo ao futebol francês

    Corinthians encaminha empréstimo de Léo Príncipe a clube da segunda divisão francesa

    ver detalhes
  • Operado, Gustavo levará cerca de 60 dias para voltar a jogar

    Centroavante Gustavo passa por cirurgia bem-sucedida em Fortaleza

    ver detalhes
  • Leandro da Silva estava há sete anos no Bragantino

    Corinthians acerta com preparador físico do Bragantino, filho de auxiliar que saiu com Carille

    ver detalhes
  • Osmar Loss terá parada da Copa do Mundo para trabalhar em melhorias com o Corinthians

    Corinthians volta ao treinos com dez situações a serem ajustadas, corrigidas ou melhoradas; veja

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes