Tite admite Corinthians fora da briga e pede desculpa à torcida

Tite admite Corinthians fora da briga e pede desculpa à torcida

Tite pediu desculpas a torcida do Corinthians

Tite pediu desculpas a torcida do Corinthians

Foto: Alexandre Loureiro/LANCE!Press

A sexta colocação na tabela, 13 pontos atrás do líder Cruzeiro, e a sequência ruim de resultados parecem ter feito Tite perder as esperanças no Corinthians. Nesta sexta-feira, o técnico admitiu que a equipe não está mais na briga pelo título do Campeonato Brasileiro, assumiu a responsabilidade pelo atual momento e pediu desculpas à torcida.


'Em minha opinião, (o título) está mais para Cruzeiro, Botafogo, Grêmio. Não vou ficar vendendo ilusão, agora temos de retornar ao bloco de cima. A responsabilidade maior é minha, mas em termos de título são essas três equipes pela pontuação', disse. 'No entender do técnico é o pedido de desculpas, eu estou assumindo, peço desculpas, é difícil brigar pelo título (brasileiro), estatisticamente é difícil, mas pode acontecer.'

Já são três partidas consecutivas sem vitória - empate contra Náutico e derrotas para Internacional e Botafogo - e sem marcar gols em nenhuma delas. A fase em nada se parece com a dos últimos anos, quando o clube teve a sequência mais vitoriosa de sua história, com títulos como o Campeonato Brasileiro de 2011, a Libertadores e o Mundial de 2012 e o Campeonato Paulista de 2013.

O momento ruim inclusive encerrou a lua de mel vivida entre clube e torcida. Ciente disso, Tite quer uma trégua e pediu que os torcedores vão ao Pacaembu apoiar a equipe no domingo, na partida diante do Goiás, pela 21.ª rodada.

'É um grupo responsável, assume seus erros, não foge, porque é característica dele. Mas que também entende que o torcedor pode nos dar o carinho e nos incentivar, não precisamos estar no fundo para nos auxiliar, ninguém é vagabundo, não há falta de disciplina', apontou. 'O mesmo técnico que pede desculpa é o que pede ajuda, e vou pedir na hora que precisa', completou o treinador.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Jô pode não viajar até a cidade de Tunja, na Colômbia

    Corinthians deve poupar jogadores e pode ter vários jovens da base na Colômbia

    ver detalhes
  • Guilherme Torres jogará mais quatro anos no Deportivo La Coruña

    Recopa, invasão da Fiel no Japão, Carille, La Coruña... Guilherme Torres fala ao Meu Timão

    ver detalhes
  • Pablo foi tranquilizado mais uma vez pela diretoria do Corinthians, que segue confiante

    Sem pressa e confiante: diretoria do Corinthians nem cogita possibilidade de perder Pablo

    ver detalhes
  • Presidente Roberto de Andrade na Arena Corinthians

    Presidente do Corinthians rechaça propostas oficiais, mas não garante permanência de todos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes