Pato faz, Walter para e Goiás vence Corinthians com gol de ex-são-paulino

Pato faz, Walter para e Goiás vence Corinthians com gol de ex-são-paulino

Pato faz, Walter para e Goiás vence Corinthians com gol de ex-são-paulino

Pato faz, Walter para e Goiás vence Corinthians com gol de ex-são-paulino

por Guilherme Palenzuela
Do UOL, em São Paulo


Alexandre Pato e Walter têm 24 anos e vieram do mesmo lugar. Formaram-se como profissionais no Internacional e de lá saíram como promessas do futebol brasileiro. Cada um seguiu seu caminho, nos quais nasceram as diferenças. Neste domingo, no Pacaembu, eles se enfrentaram por Corinthians e Goiás, foram protagonistas da partida. Quem também apareceu foi o meia Hugo, bicampeão brasileiro pelo São Paulo de Muricy Ramalho, e o volante Amaral ?' ambos marcaram para o time visitante, que venceu o Corinthians por 2 a 1.

Pato e Walter são os artilheiros de seus times no Brasileirão. O corintiano balançou as redes neste domingo e chegou a sete gols. O atacante do Goiás tem oito. Neste domingo, eles foram os mais acionados de cada lado. Pato começou bem, criou belas e boas jogadas, mas em todas as vezes errou por muito nas finalizações. Acertou no segundo tempo, quando empurrou para o gol após confusão na pequena área. Walter, dentro das limitações de sua equipe, dominou a grande maioria das bolas que recebeu, mas conseguiu chutar pouco.

O Corinthians pagou R$ 40 milhões para tirar Alexandre Pato do Milan (ITA). O atacante defende a seleção brasileira, vive em meio à fama, ganhou notoriedade pelos relacionamentos com atriz famosa e com a filha do ex-primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi. Pato é o exemplo do atleta midiático: cuida do corpo, descolore os cabelos e apara até as sobrancelhas; Walter, não. Acima do peso, o atacante do Goiás é chamado de gordinho e notabilizou-se por nada ter a ver com um atleta profissional. Luta contra a balança e não esconde os defeitos: não consegue largar lanches, refrigerantes e bolachas recheadas fora de hora.

Neste domingo, Pato e Walter não mostraram todas essas diferenças. Se desconhecidos, seriam apenas os dois jogadores de 24 anos que saíras da mesma base do Internacional. O corintiano passaria como vilão da partida por tantos erros, não fosse a bola que conseguiu empurrar para o gol e que deu o empate ao Corinthians, quando o placar marcava 1 a 0 para o visitante.

O Corinthians não fez valer o apoio da torcida no Pacaembu. No primeiro tempo, chegou ao gol de Renan diversas vezes e errou ao finalizar. Atrás, deixou espaços, aproveitados pelo rápido time treinado por Enderson Moreira. No mesmo 4-2-3-1 de Tite, com Walter como pivô, achou oportunidades às costas dos laterais corintianos.

Na segunda etapa, foi a equipe da casa que voltou melhor. Pressionou muito mais e ficou perto de marcar. Mas foi o Goiás que abriu o placar. Hugo aproveitou jogada de Renan Oliveira e , tirou Paulo André da marcação e mandou para o fundo do gol de Cássio.

A resposta do Corinthians foi dura. Não só para o Goiás, como para os torcedores corintianos. Gil aproveitou bola que sobrou na área para chutar ao gol adversário, mas o zagueiro Rodrigo tirou em cima da linha. Logo depois, Romarinho fez boa jogada e tocou para Emerson Sheik chutar sem goleiro. O herói da Libertadores, no entanto, furou, e enfureceu o Pacaembu. Minutos mais tarde, Pato empataria, mas veria o volante Amaral subir após cobrança de escanteio para definir a vitória do Goiás por 2 a 1.

Com a derrota, o Corinthians deixa de se aproximar do G-4, grupo de acesso à Libertadores, e mantém os 30 pontos. O time de Tite chegou ao quarto jogo sem vencer. O Goiás se aproxima, alcança 29 pontos, e consolida boa campanha. No minuto final da partida, a torcida corintiana criticou a equipe. Os gritos das arquibancadas pediram 'vontade' aos jogadores.

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Sem oportunidades, Bruno Paulo está próximo de deixar o Corinthians

    Fora dos planos do Corinthians, Bruno Paulo negocia com time pernambucano

    ver detalhes
  • Meu Timão mostra como foi o casamento na Arena Corinthians

    VÍDEO: Meu Timão mostra como foi o casamento na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Felipe convenceu já em sua primeira temporada na Europa

    Porto nega calote e revela pedido de desculpas de dirigente do Corinthians

    ver detalhes
  • Pablo é essencial para a defesa do Corinthians

    Perto do fim do prazo, Corinthians se mantém confiante em permanência de Pablo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes