'Acho que ele não deve apitar mais jogos do Corinthians', diz irmão de Carlos Amarilla

'Acho que ele não deve apitar mais jogos do Corinthians', diz irmão de Carlos Amarilla

5.0 mil visualizações 71 comentários Comunicar erro

Mais de quatro meses se passaram desde a eliminação do Corinthians diante do Boca Juniors na Libertadores, mas até hoje a fiel torcida não se esquece da desastrosa atuação do árbitro Carlos Amarilla naquela noite. Consciente de que seu irmão não será perdoado tão cedo pelos alvinegros, Faustino Amarilla contou ao R7 que um reencontro entre o Timão e o juiz paraguaio não deve acontecer.

Faustino, que também trabalha como árbitro no Paraná, chegou a dizer que não houve interferência da arbitragem na eliminação alvinegra. Ele, no entanto, crê que não existe clima para que Carlos Amarilla volte a trabalhar em um jogo do Timão.

— Sinceramente, acho que ele não deve apitar mais jogos do Corinthians. Ele até apitaria, mas acho que a Conmebol não colocaria ele nas escalas, até para evitar problemas.

Apesar disso, Faustino, que vive desde os dois anos de idade no Paraná, revelou que Carlos Amarilla vem ao Brasil com muita frequência e que ainda tem o sonho de estar na Copa do Mundo do ano que vem.

— Ele vem muito pra cá, está direto em Cascavel, na casa de amigos. Ainda temos esperança de ele vir para o Mundial, ele está entre os pré-selecionados pela federação. Tem outro árbitro paraguaio que tem apitado mais jogos internacionais, mas ele ainda tem chances.

O Corinthians tem a maior torcida do Estado do Paraná, com aproximadamente o dobro de torcedores do Atlético-PR, o segundo colocado. Apesar disso, Faustino conta que não sofreu nenhum tipo de problema após a contestada arbitragem de seu irmão famoso. Com simpatia, o jovem juiz revelou que o fato de ser parente de Carlos Amarilla só lhe trouxe benefícios.

— Claro que muita brincadeira sempre tem dos próprios amigos, mas levo tudo na brincadeira, se ficar bravo é pior. Mas nunca recebi ofensas, ao contrário, quando chego em campos em que os dirigentes das equipes me reconhecem como irmão dele, o pessoal fala “vamos tomar cuidado que esse não leva desaforo pra casa ", coisas do tipo. Ganho muitos elogios e falam que o jogo está em boas mãos (risos).

Na partida entre Boca e Corinthians, válida pelas oitavas de final da Libertadores, os jogadores do Timão reclamaram de dois pênaltis não marcados em lances com Emerson Sheik e dois gols anulados — um de Romarinho, por impedimento, e outro de Paulinho, por falta no goleiro Orion.

Fonte: Esportes R7

Veja Mais:

  • Campeão paulista, Balbuena levantou sua terceira taça como jogador do Corinthians

    Corinthians anuncia renovação de contrato de Balbuena

    ver detalhes
  • Roger pode estrear pelo Timão no domingo, contra o Atlético-MG, fora de casa

    Corinthians com centroavante? Carille prevê chances pontuais a Roger até Copa do Mundo

    ver detalhes
  • Sheik comemora gol sobre Mirassol na Arena; atacante vai a Salvador com Timão

    Com Sheik, sem Renê: veja lista de relacionados do Corinthians para jogo contra o Vitória

    ver detalhes
  • Carille aposta em retorno de trio para surpreender Vitória no Barradão

    Carille arma Corinthians com três mudanças para estreia na Copa do Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes