Corinthians treina chutes à exaustão, mas segue com pontaria ruim

Corinthians treina chutes à exaustão, mas segue com pontaria ruim

Corinthians treina chutes à exaustão, mas segue com pontaria ruim

Corinthians treina chutes à exaustão, mas segue com pontaria ruim

por Gustavo Franceschini
Do UOL, em São Paulo


Dono do segundo pior ataque do Campeonato Brasileiro, o Corinthians tem se esforçado para perder essa marca negativa. Na última semana, Tite colocou seus jogadores para treinar finalizações todos os dias, tentando apagar o desempenho visto na derrota para o Goiás, marcada pelos gols perdidos. Os treinamentos e os jogos que se seguiram, no entanto, não devem animar muito o torcedor alvinegro.

Apesar do trabalho duro, o Corinthians segue com o pé torto. O time é o terceiro que menos chuta a gol no Brasileiro, e mesmo assim só acerta 37% de suas finalizações nos gols rivais. Contra o Cruzeiro, no último domingo, só dez dos 13 arremates arriscados foram na direção do gol.

Essa preocupação não é nova para Tite. Desde o início do Brasileiro, o milionário ataque do Corinthians se notabilizou pelos gols perdidos. Há uma semana, contra o Goiás, Pato e Emerson desperdiçaram chances claras que ajudaram a construir a derrota em casa, que só afundaria o time na crise atual.

Ciente da dificuldade, Tite colocou seus jogadores para trabalhar. Na segunda após a derrota, os reservas que treinaram no gramado treinaram finalizações após cruzamentos das laterais. O desempenho foi pífio. De 75 tentativas, só 25 entraram nas redes. O reflexo desse aproveitamento se viu no mini-coletivo realizado anteriormente, quando as duas equipes passaram 45 minutos sem marcar um gol sequer, com um festival de chances perdidas.

Na terça, mais uma vez só os reservas trabalharam com bola, já que os titulares do jogo anterior ainda estavam se recuperando do cansaço. Apesar da presença de reservas de luxo como Emerson e Danilo, o aproveitamento foi parecido com aquele visto no jogo anterior, com cerca de um terço dos chutes acertando o alvo.

O jogo contra a Ponte trouxe mais uma derrota e instalou a crise no Corinthians. No dia seguinte ao 2 a 0 sofrido em Campinas, os jogadores tiveram de dar explicações às torcidas organizadas que foram ao CT protestar contra a má fase. Depois de três derrotas seguidas, o time estava mais pressionado do que nunca, e até a situação de Tite foi colocada em xeque.

A resposta do elenco na sexta, ao menos no que diz respeito à pontaria, foi boa. Em um treino mais complexo, em que cada jogador dava quatro chutes em sequência, os jogadores alvinegros melhoraram sensivelmente o rendimento, se aproximando de 50% de aproveitamento nas tentativas.

Quando a bola rolou, porém, o desempenho não foi o mesmo. Diante do líder Cruzeiro, Emerson teve duas chances claras e desperdiçou. Pato e Maldonado, da mesma forma, mandaram para longe as bolas que sobraram, e só Douglas, Edenílson e Danilo acertaram a direção em algum momento da partida.

O resultado é que, pela décima vez no torneio, o Corinthians passou em branco. Na próxima quarta, contra o Grêmio, pela Copa do Brasil, mudar esse cenário vai ser fundamental para sair da crise.

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Fiel vai 'invadir' a Arena Corinthians no próximo fim de semana

    Torcida do Corinthians reserva todos os ingressos para jogo da taça

    ver detalhes
  • Meia cumpriria função que Carille deseja no Corinthians

    Segundo portal, Andrés negocia possível ida de Gustavo Scarpa ao Corinthians; candidato nega

    ver detalhes
  • Titular, Zeca foi campeão olímpico pela Seleção Brasileira, em 2016

    Corinthians estuda oferta ao lateral Zeca, diz portal

    ver detalhes
  • Depois de quase deixar o Timão no início do ano, Rodriguinho não pensa em sair

    Rodriguinho 'esquece' Europa e evita pensar em Seleção: 'Outros estão na minha frente'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes