Corinthians acredita em perseguição dos tribunais do esporte

Corinthians acredita em perseguição dos tribunais do esporte

O Corinthians está ficando um 'convidado' cada vez mais frequente nos tribunais do esporte - seja no Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD/SP), no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e até mesmo na Conmebol e no Consulado Geral da Bolívia. Nesta terça-feira não foi diferente e o Timão recebeu a sua terceira punição no ano, podendo ter de jogar a reta final da Copa do Brasil longe do Pacaembu.

Diante disso, o clube acredita estar sofrendo uma perseguição dos tribunais, além de ter que lidar com a impunidades dos rivais. "Teve sinalizadores em Criciúma e não houve punição. É isso que a gente acha estranho. Contra o Corinthians a mão é de ferro, contra os outros a mão é de pena. Aí é chato. Mas se tiver de cumprir, vamos cumprir sem problema algum", arriscou-se Roberto de Andrade, diretor de futebol do clube.

O episódio em Criciúma tem a ver justamente com a punição sofrida pelo clube na última terça. Em primeira instância, o STJD decidiu tirar dois mandos de campo do Corinthians na Copa do Brasil pelo fato de torcedores do clube terem usado sinalizadores na partida de ida contra o Luverdense, nas oitavas. Na ocasião, o árbitro do jogo chegou a paralisar o confronto em seus minutos finais até que o artefato fosse apagado.

A decisão ainda permite recurso, mas se for mantida fará com que o Corinthians eventualmente jogue a semi e a final da Copa do Brasil longe de casa. O problema, porém, é que cerca de duas partidas antes, a equipe paulista tinha jogado em Criciúma pelo Campeonato Brasileiro. No fim desse jogo, os torcedores locais também acenderam sinalizadores e, com isso, forçaram o juiz a paralisar a partida. O time catarinense foi levado ao tribunal, mas teve de pagar a modesta multa de R$ 10 mil.

A discrepância nos julgamentos irrita o corpo jurídico do Corinthians, que não descarta incluir esse argumento em seu recurso. O maior problema, no entanto, é que não foi a primeira vez que isso ocorreu em 2013.

Fonte: Yahoo

Veja Mais:

  • Marlone foi o destaque do treino desta quinta-feira

    Marlone marca, Caíque ganha chance e Oswaldo volta a ensaiar escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Alessandro é homem de confiança do presidente corinthiano

    Diretor de futebol refuta saída de Alessandro do Corinthians: 'Picuinha'

    ver detalhes
  • Rodriguinho admitiu possível saída do Corinthians

    Rodriguinho cogita saída do Corinthians: 'Vamos sentar e conversar'

    ver detalhes
  • Léo Jabá, marcado por Balbuena a imagem acima, está à disposição de Oswaldo

    Léo Jabá tranquiliza Corinthians após susto e está à disposição para jogo contra Cruzeiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes