Governo pede a clubes que barateiem ingressos dos jogos

Governo pede a clubes que barateiem ingressos dos jogos

O Governo teve nesta quinta-feira uma reunião com os presidentes dos principais clubes de futebol do país para pedir a eles que barateiem os ingressos dos jogos, depois da polêmica alta do preço em alguns novos estádios construídos para a Copa do Mundo.

O ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, liderou a reunião, na qual pediu que cada clube projete uma fórmula para que se reserve uma quota de entradas baratas para os mais pobres.

"Os novos estádios vão dar valor a nosso futebol, mas há um risco de exclusão de uma parcela de torcedores", afirmou Rebelo em entrevista coletiva.

O ministro assegurou que o Governo "não quer impor nem oferecer uma solução definitiva", mas colaborar com as equipes para traçar "um caminho em conjunto".

Na reunião alguns clubes disseram que "seria legítimo" que o Governo contemple "a médio prazo" criar um instrumento para financiar para os torcedores a compra de ingressos, como já se faz no setor cultural através de um vale que oferece descontos no teatro e no cinema, segundo disse Rebelo.

No entanto, o ministro garantiu que o Governo "não pretende" pôr dinheiro público para financiar a aquisição de ingressos de jogos de futebol.

Nos últimos meses algumas equipes aproveitaram para aumentar o preço das entradas por ocasião da remodelação ou construção de estádios novos para a Copa.

Na partida entre Flamengo e Santos pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, jogado em maio passado em Brasília, a entrada mais barata foi de R$ 160 reais, um número que Rebelo considerou que estava "fora" da média.

Outros clubes em situação ruim na tabela, como o São Paulo, optaram pela estratégia contrária e baixaram os preços para R$ 10, a fim de animar seus torcedores a encher o estádio.

Entre as propostas apresentadas hoje pelos clubes, o Corinthians afirmou que pretende dedicar 40% da capacidade de seu futuro estádio, que será inaugurado no final do ano, a entradas que custem no máximo R$ 50.

Fonte: Terra

Veja Mais:

  • Marquinhos Gabriel é aposta do Corinthians para triunfar em território hostil. Vale a aposta?

    Contra o Racing, Corinthians decide classificação às quartas da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Fachada do estádio, no alto, com imagens de ídolos e os anos de glórias

    Estádio do rival do Corinthians cultua e respeita a história de quem fez história pelo clube

    ver detalhes
  • Carille conduziu trabalho do Timão no estádio Presidente Perón

    Carille explica mudanças no Corinthians e pede 'jogo inteligente' por vaga

    ver detalhes
  • Jô falou com a imprensa nesta terça-feira já na Argentina

    Jô admite toque no braço, nega trapaça e abre o jogo sobre polêmica no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes