'O Corinthians precisava muito dessa vitória', comemora Tite

'O Corinthians precisava muito dessa vitória', comemora Tite

Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Tite chega, com semblante mais tranquilo, puxa o ar e solta com gosto. Repete a cena algumas vezes para mostrar que está aliviado. Após a vitória por 2 a 0 sobre o Bahia, conquistada na noite da última quarta-feira, e a quebra da sequência de oito jogos sem ganhar, o treinador corintiano parecia uma menino de tão feliz. 'Essa vitória é para o Corinthians, que precisava muito, para a torcida, a direção, os atletas e para mim também, mas é o resultado de toda uma engrenagem que não sentia o gosto de vitória fazia tempo.'


Sorridente, falastrão, o treinador garantiu que tirou um enorme peso das costas pela atuação da equipe e ganhou motivos para sonhar com um encerramento de temporada mais tranquilo. Ovacionado pela torcida desde sua entrada em campo, Tite saiu de Mogi Mirim extremamente confiante de que esse time pode buscar coisas boas após 'oito cinco pancadas e oito jogos sem vencer'.

'A gente fez 60 minutos muito bons, fez dois (gols) e poderia ter feito três, depois caiu um pouquinho, é natural. É uma retomada e acredito em coisas boas pela frente.'

O novo teste será jogar bem diante do Atlético-MG no 'Horto', apelido do Independência, onde os mineiros vêm fazendo a diferença. Para piorar, ele não terá Alexandre Pato, que se apresenta à seleção, e Emerson, suspenso.

'Mais um quebra-cabeças para eu resolver. Vamos ver como armar a equipe. Hoje (quarta-feira) não tive como usar o Douglas porque ele vinha de oito jogos e não tinha como manter intensidade ao lado do Danilo.'

Emerson, por sinal, terá uma conversa ao pé do ouvido com o técnico por levar seu nono cartão amarelo na competição. Tite quer que ele se comporte um pouco mais.

Festa com o grupo
Abraçado pelos jogadores após a marcação do segundo gol, Tite garante que vai guardar esse momento para sempre, como se fosse a conquista de um troféu. 'Existe alguns momentos que você tem de guardar para sempre, a nossa saída na Libertadores diante do Boca Juniors, com aquela reação do torcedor é uma. E essa certamente é outra que jamais vou esquecer.'

Mais leve, Tite revelou que poderia ter saído do clube não fossem os bons resultados do primeiro semestre (títulos do Paulista e da Recopa Sul-Americana). 'Tenho de festejar muito essas conquistas', enfatizou.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    ver detalhes
  • Clayson comemora gol sobre o São Paulo, o primeiro dele pelo Timão

    Na raça! Clayson decide, Corinthians empata no Morumbi e mantém invencibilidade contra rival

    ver detalhes
  • Líder do Brasileirão, Corinthians empatou com o São Paulo por 1 a 1 neste domingo

    Com tropeço do Grêmio, Corinthians vê rivais se aproximarem na tabela; veja classificação

    ver detalhes
  • Clayson assegurou empate fora de casa ao Timão

    Cássio brilha, mas reserva é eleito o melhor do Corinthians no clássico; Jadson destoa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes