Timão fica sem vencer pelo 5º domingo seguido

Timão fica sem vencer pelo 5º domingo seguido

O Timão estava mais preocupado em não perder

O Timão estava mais preocupado em não perder

Foto: B. Cantini/Flickr do Atlético

Domingo é dia de comer aquela macarronada com a família, relaxar e, para quem é corintiano, ver o time sair de campo ultimamente sem os três pontos. Pelo quinto domingo consecutivo, o Timão não venceu: já são três empates (Náutico, Cruzeiro e Atlético-MG) e duas derrotas (Goiás e Portuguesa). Ao menos, não caiu morto no Horto: 0 a 0 com o Galo.

O encontro dos dois últimos campeões da Libertadores teve a cara do torneio continental. Muita marcação, faltas para os dois lados (44 no total), torcidas gritando e árbitro ruim. Jailson Macedo Freitas conseguiu deixar os dois lados irritados.

Quem também deve ter ficado incomodado foi Diego Tardelli. Sem Ronaldinho e Jô, o camisa 9 virou o grande destaque da partida. Tentou marcar de tudo que foi jeito. Por pouco, não conseguiu ter sucesso.

O Timão estava mais preocupado em não perder. Apesar disso, também teve suas chances. Até carimbou o travessão, com Romarinho, mas balançar a rede, que é bom, nada.

No fim das contas, o 0 a 0 estava fadado a permanecer no placar até o fim da partida. Nada de anormal para o Corinthians, já que essa foi sua sexta igualdade sem gols no Brasileirão.

bom resultado/ Figurinha carimbada do meio da tabela, o Corinthians precisa começar a vencer se ainda sonha em conquistar a vaga na Libertadores via Brasileiro. Apesar disso, chamar o empate de ontem de mau resultado é forçar um pouco demais a barra.

Conquistar um ponto na casa do atual campeão continental não é uma das tarefas mais fáceis de se conseguir.

'Foi um resultado bom. A gente teve chances no começo da partida e o Atlético, também. Acho que estamos no caminho certo para retomar o padrão de jogo', analisou Douglas.

Os próximos confrontos do Timão serão decisivos para seu futuro na competição. Na quarta, pega o Atlético-PR, em Mogi Mirim. No domingo, é a vez do São Paulo, no Morumbi.

'Quero recuperar bem a equipe. O jogo foi intenso', explicou Tite, fazendo o planejamento para a sequência.

Opinião

Lucas Bettine, repórter do DIÁRIO

Na atual situação, empate é pouco

Os jogadores corintianos podem ter deixado o estádio com a sensação de dever cumprido e, em condições normais, empatar com o Atlético-MG -; mesmo o Galo tendo oito desfalques -;, em Minas, é realmente um bom resultado. Mas o Timão não vive uma condição normal. A sequência de oito partidas sem vitórias no Campeonato Brasileiro tornou a situação mais difícil. Empatar fora de casa, por mais raça e determinação que o time tenha mostrado, virou um resultado ruim.

Aposto que qualquer torcedor alvinegro trocaria uma igualdade com raça por uma vitória preguiçosa, sem brilho, com um gol de canela do jogador mais grosso da equipe. Se ainda sonha com qualquer possibilidade de conquistar uma vaga na Libertadores pelo Brasileirão, é bom o Corinthians começar a ganhar fora de casa. Do contrário, vai ficar com raça no meio da tabela.

Fonte: Diário de São Paulo

Veja Mais:

  • Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    ver detalhes
  • Clayson comemora gol sobre o São Paulo, o primeiro dele pelo Timão

    Na raça! Clayson decide, Corinthians empata no Morumbi e mantém invencibilidade contra rival

    ver detalhes
  • Clayson assegurou empate fora de casa ao Timão

    Cássio brilha, mas reserva é eleito o melhor do Corinthians no clássico; Jadson destoa

    ver detalhes
  • São Paulo e Corinthians empataram por 1 a 1 no Morumbi

    Comentarista de rádio chama jogadores do Corinthians de delinquentes; clube responde

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes