Basílio comemora aniversário do título da libertação e vê Corinthians como vencedor do Majestoso

Basílio comemora aniversário do título da libertação e vê Corinthians como vencedor do Majestoso

João Roberto Basílio tem estrela. O eterno ídolo da Fiel torcida chegou ao Corinthians em 1975 com a difícil missão de substituir Rivelino e, apesar de nunca ter sido um jogador com técnica apurada, habilidade diferenciada ou alguma outra característica que o fizesse ser um craque, o camisa 8 marcou o famoso gol da libertação corinthiana no dia 13 de outubro de 1977 no terceiro jogo das finais do Paulista contra a Ponte Preta e entrou para a história do futebol. O tento tirou o time do Parque São Jorge de uma seca de títulos que já durava exatos 22 anos, oito meses e sete dias e, até hoje, é considerado o gol mais importante do campeonato estadual.

“Eu não tinha noção do feito. Demorou pra ficha cair. Eu tinha acabado de me tornar um ídolo”, entregou Basílio, por telefone, em entrevista exclusiva ao Yahoo Esporte Interativo.

O Pé de Anjo da Fiel foi sincero e falou sobre tudo: a gloriosa conquista de 77, o elenco campeão da Libertadores de 2012, confidenciou quem é o seu ídolo no atual elenco alvinegro, opinou sobre o trabalho do técnico Tite e arrriscou um palpite para o clássico contra o São Paulo, que acontece neste domingo e marca o aniversário de 36 anos do histórico título da libertação.

Confira a seguir, na íntegra, a entrevista de Basílio ao Yahoo Esporte Interativo:

Nos últimos anos, o Corinthians ganhou tudo: Brasileiro, Libertadores, Mundial. E mesmo assim, a torcida vem cobrando cada vez mais e pedindo a saída de alguns jogadores e do próprio Tite. Em 77, o Corinthians ficou na seca de títulos oficiais durante 23 anos e, foi justamente nessa época, que a torcida coritiana mais cresceu. Qual seu ponto de vista sobre isso?
Olha. Primeiro que nós estavamos num jejum. E agora, isso não tem ocorrido. Muito pelo contrário. A torcida cresceu pelas conquistas que o Corinthians teve. É o inverso da nossa geração. Eu acho que a projeção que o clube está fazendo é aquela de alcançar e dar uma continuidade. Tanto na questão da Libertadores, como na de conquistar vários títulos durante o ano. E isso já foi feito, né. E aí fica a cobrança pela continuação das conquistas, da Libertadores. O torcedor se acostumou mal, mas faz parte do ser humano.

Qual emoção foi maior? O título da Libertadores ou o título da libertação alvinegra?

São distintos, né. Como eu vivi aquela pressão, aquela cobrança, posso falar que o Paulista de 77 teve uma valorização muito grande. Até porque nós viemos de uma perda do Brasileiro de 1976, que teve aquela invasão do Maracanã. Mas acho que a valorização é muito grande por esse aspecto da não conquista. Agora, depois de termos conquistado a quebra do tabu da Libertadores, isso também vai ter uma dimensão boa também. Vai levar alguns para ser reconhecido como um título importante, como foi o de 77.

Qual a escalação do Corinthians de todos os tempos?
Ronaldo, Zé Maria, Gamarra, Leandro Castan, Vladimir, Vampeta, Rincon, Basílio, Rivelino, Sheik e Marcelinho Carioca.

Quais jogadores do elenco atual têm condições de estar na lista de convocados para a Copa do Mundo de 2014?
O Ralf. O Ralf é meu ídolo e eu tenho certeza que vai estar na seleção.

Porque depois de todos os títulos conquistados, o Corinthians está passando por essa crise? E qual a solução para voltar a ser o melhor time do Brasil?
Primeiro, porque é normal. Logicamente os times adversários vão estudar mais a maneira do Corinthians jogar e irão dificultar. E por alguns jogadores fundamentais terem caído de produção. Mas isso é normal numa equipe profissional.

O Tite deve continuar no comando da equipe?
Pra mim deve seguir até o final da gestão do Mário Gobbi para dar continuidade nesse trabalho. Atualmente, em termos de Brasil, nós não temos um treinador com a capacidade que o Tite tem de comandar uma equipe de futebol. Ele é o melhor treinador em atividade no país.

Fonte: Esporte Interativo

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Oswaldo opinou sobre empréstimo de jogadores à Chape

    Oswaldo opina sobre empréstimo de jogadores do Corinthians à Chapecoense

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes