Grupos e enxuto! Acuada, FPF estuda mudança de formato do Paulistão

Grupos e enxuto! Acuada, FPF estuda mudança de formato do Paulistão

Excesso de jogos sem importância diminuem interesse

Excesso de jogos sem importância diminuem interesse

' Após muita pressão, o Campeonato Paulista pode ter seu formato alterado, mas só a partir de 2015. De acordo com informações do Painel FC da Folha de S. Paulo, a cúpula da Federação Paulista de Futebol (FPF) já cogita a realização de um Estadual mais enxuto, dividido em grupos.


A fórmula que vem sendo especulada, porém, pode não agradar muito os clubes pequenos e também médios, como Ponte Preta e Portuguesa. Isso porque o novo regulamento contaria com quatro grupos, com Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Santos como cabeças-de-chave. O que possivelmente impediria que os times do Interior enfrentassem todos os grandes na competição.

A pior parte, porém, não é esta. Os demais integrantes de cada grupo não seriam definidos por critério técnico e sim por sorteio. A decisão daria brecha para a criação de um grupo forte, com a presença de um grande e clubes tradicionais como Ponte, Lusa, Guarani e Bragantino. Já outro grupo poderia ter um grande e os recém-promovidos da Série A2, que na teoria seriam mais fracos.

Para 2014, o presidente Marco Polo Del Nero ainda não consegue ver apossibilidade de alteração no regulamento. A fórmula de turno único, no sistema todos contra todos, deve ser mantida. Após as pressões do movimento Bom Senso FC, a FPF estuda apenas adiar o início do Paulistão de 12 de janeiro para 19 do mesmo mês.

Fórmula contestada
O sistema de disputa do Paulistão é um dos mais contestados no território nacional. O número excessivo de jogos sem importância ?' são 19 rodadas até que se chegue às fases decisivas ?' torna a competição pouco atrativa, inclusive para a TV Globo, detentora dos direitos de transmissão, que tem sofrido com a queda de audiência.

Além disso, a maratona de jogos acaba atrapalhando, sobretudo, os clubes que disputam as Séries A e B na sequência da temporada. O resultado se vê nas campanhas pífias dos clubes paulistas nas duas divisões e também na Séries C e D.

Já o restante fica sem calendário ou então à mercê da famigerada Copa Paulista. O Paulistão 'espremido' acaba sendo maléfico para quem disputa as divisões nacionais, por conta do desgaste, e também para o restante, que acaba sem ter o que disputar nos sete meses seguintes.

Paulistas em baixa
O único clube de São Paulo que faz campanha de destaque, em todas as divisões nacionais é o Palmeiras, mas por razões óbvias. Afinal, possui investimentos de time de elite na Série B. No Brasileirão, nenhum paulista está no G4. O Santos é o mais próximo, com nove pontos a menos que o quarto colocado Atlético-PR. Corinthians, Portuguesa, São Paulo e Ponte Preta ainda lutam contra a degola.

Na Série B, o cenário também não é nada animador. Se o Palmeiras está praticamente garantido na elite, o restante está na parte debaixo da tabela. O melhor colocado é o Bragantino, no 11º lugar. Guaratinguetá, Oeste e São Caetano estão mais próximos de cair do que de brigar para subir.

Por fim, o fiasco nas Séries C e D foi ainda maiores. Pela Terceirona, Guarani e Mogi Mirim conseguiram ser eliminados na 1ª fase. O mesmo aconteceu com Penapolense e Botafogo na Série D. O Santo André caiu na segunda fase contra o Metropolitano-SC.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes