Sem estrelas, Tite aposta em velocidade corintiana contra o Grêmio

Sem estrelas, Tite aposta em velocidade corintiana contra o Grêmio

Sem estrelas, Tite aposta em velocidade corintiana contra o Grêmio

Sem estrelas, Tite aposta em velocidade corintiana contra o Grêmio

Quando chegou ao terceiro 0 a 0 seguido, Tite foi perguntado sobre a solução para o time do Corinthians e respondeu que só os retornos de Guerrero, Pato e Renato Augusto resolveriam seu problema. Nesta quarta, diante do Grêmio, ele ainda não terá nenhum dos três, mas torce para que um time mais veloz consiga arrancar um bom resultado do terceiro colocado do Campeonato Brasileiro.

'Nesse jogo vamos ter velocidade, vamos ter uma transição muito rápida, mesmo não tendo essas opções ofensivas', disse Tite, que lamentou especialmente a falta que faz um centroavante de ofício. 'São quase 30 gols entre esses dois jogadores terminais. E não foi falta de oportunidade nesses últimos jogos', completou.

Sem Guerrero e Pato, o torcedor corintiano viu Romarinho e Emerson perderem boas chances nos dois últimos jogos, empates contra Atlético-PR e São Paulo. O time, como um todo, marcou apenas três gols nos últimos 12 jogos, tendo vencido apenas uma vez no período.

Guerrero segue com uma fissura por estresse no quinto metatarso do pé esquerdo, Renato Augusto se recupera da artroscopia que fez no joelho direito e Alexandre Pato está a serviço da seleção brasileira. Com sorte, o Corinthians pode ter o trio no próximo sábado, contra o Criciúma, em Itu, no interior de São Paulo.

Nesta quarta, ficará tudo nos pés de Emerson, Romarinho e Diego Macedo, grande novidade no time após uma boa atuação contra o São Paulo. 'Vou tentar trazer um atleta agressivo, que trouxe velocidade. Tem de dar continuidade [a essa formação] até encontrar ponto em que a equipe possa fazer gol', disse Tite.

Dessa forma, o técnico resolve uma dúvida que o incomodou nos últimos jogos. Em melhores condições físicas, Rodriguinho e Diego Macedo, recém-contratados, mudaram a cara do Corinthians nas últimas três partidas. Entre o entrosamento dos veteranos e o vigor físico dos novatos, Tite, escolheu a última opção.

'Estamos indo para o 65º jogo. A gente teve uma infelicidade de machucados, outros na seleção. Teve o momento de mudança na equipe, a saída de jogadores importantes, o principal deles o Paulinho. Às vezes ficava no dilema. Opta por time mais entrosado ou por outro mais descansado? Agora chegou o momento em que você precisa de intensidade', disse ele.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Bruno Paulo jogará no Santa Cruz até o final de 2017

    Com apenas um jogo pelo Corinthians, atacante é emprestado até o fim do ano

    ver detalhes
  • Rodriguinho marcou o gol da vitória do Corinthians contra o Atlético-GO

    Corinthians se impõe fora de casa, vence Atlético-GO e assume liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Quase a totalidade dos 15 mil presentes no Serra Dourada era corintiana

    Torcida do Corinthians domina o estádio Serra Dourada; comentarista e dirigente goianos se revoltam

    ver detalhes
  • Clayson canta o hino do Corinthians na primeira concentração

    VÍDEO: Clayson canta o hino do Corinthians na primeira concentração

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes