Chuva forte pode adiar jogo entre Grêmio e Corinthians pela Copa do Brasil

Chuva forte pode adiar jogo entre Grêmio e Corinthians pela Copa do Brasil

Por Meu Timão

Ruas ficaram embaixo d'água em Porto Alegre

Ruas ficaram embaixo d'água em Porto Alegre

Se a ansiedade antes do jogo é enorme, a situação fica pior ao saber que o jogo pode ser adiado. Chuvas fortes em Porto Alegre deixaram a cidade alagada, com muitos pontos de enchente e falta de luz em diversos bairros, inclusive no entorno do estádio.

A chuva na capital gaúcha piorou por volta das 17h30. Segundo a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), por volta das 18h cinco semáfaros estavam desligados: nas esquinas entre as avenidas Ipiranga e Salvador França, Bento Gonçalves e Aparício Borges e entre Avenida Icaraí e a a Rua Butuí, a Rua Chuí e a Avenida Pinheiro Borda.

Segundo o canal SporTV, a partida está ameaçada e pode ser adiada. Pra piorar, desde às 20h00 da noite, a chuva forte voltou a cair na cidade nessa quarta-feira. Os entornos da Arena do Grêmio estão sob alagamento. Apesar disso o gramado do estádio parece em boas condições.

O jogo, se não for adiado, será às 21h50 na Arena do Grêmio, válido pelas quartas-de-finais da Copa do Brasil. No primeiro confronto, as equipes empataram em 0x0. O Timão precisa de uma vitória ou de um empate com gols pra se classificar.

Veja Mais:

  • Torcidas organizadas propõem pacto pela paz em São Paulo

    Torcidas organizadas propõem pacto pela paz em São Paulo

    ver detalhes
  • Camisa do Corinthians criada por torcedores em homenagem à Chape

    Corinthians bate o martelo sobre homenagens à Chapecoense

    ver detalhes
  • Ronaldinho chegou a estar na mira do Corinthians, revela agente

    Irmão de Ronaldinho Gaúcho revela 'plano de marketing' do Corinthians e provocação de Andrés

    ver detalhes
  • Brasileirão agora tem quatro vagas - não três - à fase de grupos da Libertadores

    Conmebol anuncia novidade, e Corinthians volta ao páreo por vaga direta na Libertadores

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes