Romarinho é chamado de 'cachaceiro' no desembarque do Corinthians

Romarinho é chamado de 'cachaceiro' no desembarque do Corinthians

Romarinho foi um dos que fizeram gol no Dida

Romarinho foi um dos que fizeram gol no Dida

O desembarque da delegação do Corinthians na tarde desta quinta-feira, em São Paulo, foi marcado pelo protesto de um grupo de torcedores, revoltados com a eliminação na noite anterior para o Grêmio, em Porto Alegre, nas quartas de final da Copa do Brasil. Não houve violência, mas os cerca de 20 corintianos que foram ao aeroporto de Congonhas cobraram os jogadores, pedindo mais raça e comprometimento com o time.

Os dois principais alvos dos protestos da torcida foram o atacante Romarinho, chamado de 'baladeiro' e 'cachaceiro', e o meia Danilo, que ouviu pedidos para deixar o Corinthians. Alguns torcedores ameaçaram criticar Tite, mas foram contidos por outros, que ressaltaram que o problema do time não era o técnico, mas, sim, os jogadores.

O desembarque do Corinthians teve segurança reforçada no aeroporto e o voo ainda foi antecipado, com chegada 30 minutos antes do previsto. A delegação corintiana passou rapidamente pelo saguão de Congonhas e, no meio do protesto dos torcedores, alguns jogadores chegavam a pedir desculpas, como foi o caso do meia Renato Augusto.

O atacante Emerson passou pelo saguão antes dos demais, tentando se esconder dos torcedores. O restante do elenco saiu praticamente junto, andando rápido em direção ao ônibus. Alguns jogadores falaram com a imprensa, mas foram poucas palavras. E Tite deixou o local escoltado pelos seguranças do clube, sem dar entrevista.

Personagem principal da eliminação corintiana na Copa do Brasil, ao perder o último pênalti na decisão contra o Grêmio - e candidato a maior alvo dos protestos da torcida -, o atacante Alexandre Pato não voltou com a delegação para São Paulo. Liberado pela diretoria do clube, ele ficou em Porto Alegre para resolver problemas particulares.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Desfalque diante do Vitória, Pablo está recuperado e deve viajar a Goiânia

    Treino do Corinthians tem rachão com 'morte súbita', 'desafio' a Clayson e disputa de pênaltis

    ver detalhes
  • Roberto (à esq.) está pessimista por negócio com Cicinho

    Roberto de Andrade esclarece especulações, vê Cicinho distante e abre o jogo sobre Nenê

    ver detalhes
  • Nenê foi oferecido nos últimos dias para a diretoria do Corinthians

    Nenê é oferecido ao Corinthians; até troca com dois jogadores alvinegros é sugerida

    ver detalhes
  • Para presidente corinthiano, aporte da Crefisa no Palmeiras é 'ponto fora da curva'

    'Desleal', diz Roberto de Andrade sobre apoio da Crefisa ao arquirrival do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes