Corinthians garante que Pato só sai se for para o exterior

Corinthians garante que Pato só sai se for para o exterior

7.7 mil visualizações 89 comentários Comunicar erro

Atacante não rendeu o esperado e já foi especulado como reforço do Arsenal ou do Tottenham

O Corinthians ainda não sabe qual será o futuro de Alexandre Pato. Após temporada abaixo da média, o atacante pode estar de saída já em janeiro. As especulações apontam que o destino do jogador pode ser o Arsenal ou o Tottenham.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Roberto de Andrade, diretor de futebol do Timão, falou sobre o atacante. "Pelos valores acho difícil algum clube brasileiro pagar. Se houver interesse desses clubes isso vai acontecer nessa janela de janeiro. Fora isso, não aconteceu nada diferente.”

"Eu não vou falar decepcionado, mas é lógico que você gostaria, quando traz um jogador do valor que foi pago no Pato, que ele entre e resolva a partida em cinco minutos", opinou Roberto.

Elias foi outro nome citado pelo diretor, mas não envolve nada com o futuro de Pato. "Nós podemos trazer o Elias sem trocar com o Pato. Aqui no Brasil é muito difícil fazer uma negociação com um valor desses. O Elias pode vestir a camisa do Corinthians como qualquer outro jogador sem colocar o Pato na negociação."

Fonte: Goal

Veja Mais:

  • Timão pode erguer troféu da Liga Ouro já na sexta-feira, na casa do São José

    Corinthians vence batalha com quatro prorrogações e fica a uma vitória do título da Liga Ouro

    ver detalhes
  • Maioria dos titulares de Loss já completou sétimo jogo no BR; Cássio e Fagner, sequer seis

    Doze corinthianos já completaram sete jogos no Brasileirão; veja quem ainda pode se transferir

    ver detalhes
  • Caetano tem 18 anos e estava no Botafogo

    Corinthians acerta contratação de zagueiro indicado por Barroca, técnico do Sub-20

    ver detalhes
  • Léo Jabá tem contrato de cinco temporadas com o FC Akhmat Grozny

    Jabá encaminha transferência à Grécia, e Corinthians pode ganhar mais de R$ 4 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes