Paulo André promete nova manifestação do Bom Senso

Paulo André promete nova manifestação do Bom Senso

Paulo André promete nova manifestação do Bom Senso

Paulo André promete nova manifestação do Bom Senso

Um dos líderes do movimento Bom Senso FC, o zagueiro Paulo André revelou nesta terça-feira que a rodada do Brasileirão desta quarta será marcada por uma nova e surpreendente manifestação dos jogadores. O defensor do Corinthians, no entanto, não informou como será a manifestação dos atletas.


Da última vez, durante a 30ª rodada da competição, os jogadores promoveram um abraço coletivo em todos os jogos para mostrar a união de seus membros. Para Paulo André, o abraço mostrou que o grupo está ganhando força nos gramados e também nas arquibancadas.

'Depois de dois meses de fundação, conseguimos mais de mil assinaturas de jogadores das Séries A e B, que querem mudanças para o futebol do Brasil. Conseguimos reuniões com a CBF e com o governo, o que já é um grande feito, vendo que nenhum grupo de jogadores chegou perto disso', afirma o zagueiro, em entrevista a TV Estadão.

Paulo André, contudo, admite que as reuniões e manifestações ainda não geraram consequências práticas aos jogadores. 'Até o momento não tivemos um resultado prático das nossas ações', disse o zagueiro, que junto dos demais companheiros do Bom Senso FC terá uma audiência pública em Brasília na próxima segunda-feira.

Questionado sobre o futuro e a possibilidade de o grupo apoiar algum candidato na eleição da CBF, em abril de 2014, Paulo André negou que o Bom Senso tenha interesse em se envolver na escolha do próximo presidente da entidade.

'Nós defendemos nossos pontos. Para nos mantermos idôneos, devemos ficar fora da política da CBF', disse o atleta, que não deixou de fazer uma ressalva sobre a importância do cargo. 'O futebol brasileiro é muito maior que organizar as Séries A e B e cuidar da seleção brasileira. O futebol brasileiro tem uma importância social'.

O Bom Senso FC defende a mudança do calendário do futebol, entre outros pontos, para que os jogadores tenham direito a 30 dias de férias e a 30 dias de pré-temporada, sem jogos em janeiro. O objetivo do grupo era implementar estas mudanças já a partir de 2014, mas o calendário do próximo ano ficaria muito apertado por causa da Copa do Mundo.

Estas alterações devem ficar somente para 2015. Outras propostas, como o chamado Fair Play Financeiro deve levar mais tempo para ser implementado. Mais complexa, a medida prevê punição para os clubes que apresentarem atraso no pagamento de impostos e salários.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Pedro Henrique foi uma das baixas do Corinthians no treino desta sexta

    Com dois desfalques, Corinthians se reapresenta já de olho em duelo contra Grêmio

    ver detalhes
  • Jô pode não viajar até a cidade de Tunja, na Colômbia

    Corinthians deve poupar jogadores e pode ter vários jovens da base na Colômbia

    ver detalhes
  • Guilherme Torres jogará mais quatro anos no Deportivo La Coruña

    Recopa, invasão da Fiel no Japão, Carille, La Coruña... Guilherme Torres fala ao Meu Timão

    ver detalhes
  • Pablo foi tranquilizado mais uma vez pela diretoria do Corinthians, que segue confiante

    Sem pressa e confiante: diretoria do Corinthians nem cogita possibilidade de perder Pablo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes