Prefeitura proibiu a instalação de uma bandeira do clube na Arena Corinthians

Prefeitura proibiu a instalação de uma bandeira do clube na Arena Corinthians

Por Meu Timão

Prefeitura negou a bandeira do Corinthians mas permitiu a do Brasil

Prefeitura negou a bandeira do Corinthians mas permitiu a do Brasil

Na quarta-feira passada (6), A Comissão de Proteção à Paisagem Urbana (CPPU) da Prefeitura proibiu a instalação de um mastro com a bandeira do Corinthians na entrada na Arena, em Itaquera, mas liberou a colocação da bandeira do Brasil no mesmo lugar.

Em votação de 11 conselheiros, apenas 1 foi favorável, enquanto 8 foram contrários e 2 conselheiros se abstiveram da votação. O mastro com 6 metros de altura ficaria ao lado da bandeira do Brasil, sendo que essa sim foi permitida.

Segundo o blog do Diego Zanchetta, 2 outros projetos foram aprovados nesse dia: a exposição de fotos de moradores de rua feita em pilares do Minhocão e outra exposição realizada pelo Metrô com 4 quilômetros de grafites.

A proibição da bandeira deixou os corinthianos irritados. No grupo do Facebook "SonhosSCCP", foi questionado porque a proibição na Arena Corinthians sendo que na Federação Paulista de Futebol existem dezenas de bandeiras erguidas (veja a foto abaixo). Revoltados, alguns corinthianos sugeriram até remover a bandeira do Brasil também.

A informação foi dada pelo Diego Zanchetta, bloqueiro do estadão.

Federação Paulista de Futebol
Fachada da Federação Paulista de Futebol, em São Paulo

Veja Mais:

  • Treino com torcida na Arena Corinthians não é novidade

    Organizadas pedem e último treino antes do Dérbi terá presença da torcida na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes