Tragédia ocorre em semana-chave, mas Arena Corinthians deve fechar com BNDES

Tragédia ocorre em semana-chave, mas Arena Corinthians deve fechar com BNDES

Tragédia ocorre em semana-chave, mas Arena Corinthians deve fechar com BNDES

Tragédia ocorre em semana-chave, mas Arena Corinthians deve fechar com BNDES



 O desabamento de um guindaste na obra da Arena Corinthians matou duas pessoas, avariou a fachada da arquibancada leste do estádio e deve ter dado um susto nos administradores da obra, que vivia uma semana chave. Ao que tudo indica, porém, o aguardado acordo com o BNDES não deve ser abalado pela tragédia da última quarta, que vitimou dois operários.

O contrato com o BNDES, que terá a participação da Caixa, vem sendo costurado há meses entre as partes, e está em seus detalhes finais nesta semana, como informou o blog do Juca Kfouri na última terça. O compromisso é fundamental para a finalização da obra, já que os R$ 400 milhões do banco federal compõem quase metade do orçamento previsto para o estádio de abertura da Copa do Mundo.

A negociação está encerrada há meses, desde que o Corinthians aceitou usar o Parque São Jorge como garantia para o empréstimo. Até esta semana, porém, a documentação estava parada na Caixa, que finalmente fez o acordo avançar.

Na última terça, Andrés Sanchez, responsável pelas obras da Arena Corinthians, confirmou a expectativa pela assinatura nos próximos dias. Depois da tragédia, a tendência é que nada mude.

Poucas horas depois do incidente, as partes envolviam seguiam trabalhando na finalização do contrato, que só não deve ser assinado nesta quinta por problemas de agenda. Como o empréstimo tem a Copa do Mundo de 2014 como objetivo final, o fato de a abertura não estar comprometida deve pesar neste cenário.

A área interna do estádio, aparentemente, não foi afetada. Odebrecht, Andrés Sanchez e Aníbal Coutinho, arquiteto do estádio, reforçaram ao longo do dia que a estrutura interna não foi avariada, e as fotos do lado oposto ao do acidente corroboram a visão dos envolvidos (veja abaixo).

A previsão é de que o painel de LED, que foi destruído pelo guindaste, demore cerca de dois meses para ser reconstruído.  Desse modo, a Arena Corinthians estaria pronto a tempo de receber a Copa do Mundo, principal motivação para a parceria com o BNDES.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes