Certidão negativa de débito separa Corinthians de renovação com Caixa

Certidão negativa de débito separa Corinthians de renovação com Caixa

Certidão negativa de débito separa Corinthians de renovação com Caixa

Certidão negativa de débito separa Corinthians de renovação com Caixa

O Corinthians está um passo burocrático de finalizar a renovação de seu contrato de patrocínio com a Caixa para o ano que vem. Em negociação há meses, as partes dependem apenas da renovação da certidão negativa de débitos do clube, que confirma que o clube tem todas duas dívidas fiscais pagas ou negociadas.

O clube busca o documento há semanas, e espera que ele saia na próxima semana. O assunto está tão avançado que na última quarta, quando houve a tragédia da Arena Corinthians, o presidente Mário Gobbi estava em Brasília em reunião com a Caixa, que definiria os últimos detalhes do acordo.

A CND, como é chamada a certidão, é tão importante que paralisou o contrato atual em dois meses. Prestes a ser renovado, o documento obtido para o acordo do ano passado venceu e a burocracia para a obtenção de um novo impediu que o Corinthians recebesse duas parcelas do pagamento mensal de R$ 3 milhões do banco estatal.

Os valores, argumentam pessoas de dentro do clube, não chegaram a comprometer as finanças alvinegras, bastante afetadas em 2013. Com a assinatura do novo contrato, esses débitos devem ser quitados imediatamente.

Além disso, acordo renovado trará uma novidade para o Corinthians. Em vez dos pagamentos mensais, o clube receberá a verba que lhe cabe por trimestre. Na visão dos dirigentes, isso permitirá que haja mais fluxo de caixa em 2014 em momentos-chave da temporada, como nas janelas de transferências.

O contrato fechado em 2012 prevê R$ 31 milhões por ano para o Corinthians. Com o reajuste automático de 6%, revelado pelo blog do Rodrigo Mattos, o montante deve subir para quase R$ 33 milhões.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes