Responsa de Mano é muito maior em 2014

Responsa de Mano é muito maior em 2014

Mano Menezes tem 185 jogos no comando do Corinthians

Mano Menezes tem 185 jogos no comando do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Corinthians

Ser técnico do Corinthians é sempre uma grande responsabilidade. Pressão da torcida, da imprensa, do próprio elenco. Enfim, não é missão fácil. Mano Menezes passou por isso em 2008, mas, anunciado oficialmente ontem como o treinador alvinegro para 2014, ele já pode se preparar: a responsabilidade será ainda maior.

O projeto de Mano em 2008 era de reconstrução. O Timão estava no fundo do poço com o rebaixamento para a Série B. Existia, claro, a obrigação de subir. Mas, convenhamos, o time grande que cai, só não sobe no ano seguinte se fizer muita besteira. O treinador entendeu a situação e fez bom trabalho.

Ganhou a Série B com um pé nas costas e, em 2009, faturou o Paulistão e a Copa do Brasil. Mas é pouco, se comparado a Tite. Ainda mais se a eliminação nas oitavas da Libertadores de 2010, contra um limitado Flamengo, for levada em conta.

Ainda assim, sofreu menos pressão do que Tite e nunca teve o cargo ameaçado. Nem nessa eliminação nem quando perdeu a final da Copa do Brasil para o Sport, em 2008.

Os tempos eram outros. O corintiano queria sair do buraco. Libertadores era um sonho distante. Naquela época, o trabalho de Mano era mais do que suficiente e o treinador só saiu para ir à seleção, em 2010.

nível elevado/ Agora, a situação é diferente. Muito diferente. A Fiel se acostumou com grandes conquistas e o clube oferece uma estrutura invejável para se trabalhar . Mano Menezes sabe disso. Repetir o trabalho da primeira passagem, provavelmente, não será o suficiente para agradar.

'Essas conquistas colocaram o clube em destaque no mundo do futebol, aumentando a responsabilidade de todos. Logo, as exigências são maiores. Precisamos responder com resultados', escreveu o treinador, que será apresentado em 3 de janeiro, em seu site oficial.

Em 2014, o Timão não disputará a Libertadores. É bom Mano ganhar pelo menos o Brasileirão. Do contrário, vai ser difícil satisfazer a exigente Fiel.

CARTA DE MANO NA ÍNTEGRA:

'É a segunda vez que vou ocupar este cargo e espero poder atender a confiança em mim depositada, mantendo o Corinthians sempre entre os primeiros. Sei que os tempos são outros, mas espero que as vitórias conquistadas nos últimos anos só tenham reforçado o espírito de união que conheci e admirei na minha primeira passagem.

Sempre disse, porque acredito muito nisso, que os adversários devem estar do lado de fora do parque São Jorge e que, quando todos entendemos isso, as chances de sucesso aumentam muito. O Corinthians nos últimos anos vem tornando realidade tudo que a Fiel sempre sonhou. Foram conquistados a Libertadores, o Bi-mundial e está sendo terminado o estádio próprio.

Estas conquistas colocaram o clube em destaque no mundo do futebol, aumentando a responsabilidade de todos, logo, as exigências são maiores. Precisamos responder com resultados e para isso é necessário que cada um faça bem a sua parte.

Nossos planos para 2014 serão explicados para todos quando nos apresentarmos, no dia 03 de Janeiro, e trabalharemos durante o final de ano para que, de forma organizada, tudo esteja preparado para um bom inicio de temporada. Para evitar especulações e falsas expectativas, ressalto que todas as decisões sobre saída ou chegada de atletas serão tomadas em conjunto com a direção de futebol e sempre comunicadas pelo Clube.

Feliz Natal e uma ótima passagem de ano a todos!'

A segunda vez é com mais pressão

ELENCO

Mano trabalhou com apostas em 2008. Chicão era uma delas e até Perdigão veio. Agora, tem um elenco forte e tenta reforços pontuais, como o lateral-direito Rafinha.

ESTRUTURA

O CT do Parque Ecológico era dominado por um matagal. Atualmente, o local

tem hotel, piscina, laboratório avançado de biomecânica e quatro campos.

DINHEIRO

Assinou com a Medial Saúde, em 2008, para receber cerca de R$ 16 milhões por ano. Em 2013, renovou com a Caixa Econômica Federal por quase o dobro: R$ 31 milhões.

STATUS

Na Série B, Mano teve mais tranquilidade para trabalhar. O time não era tão visado quanto atualmente. O título do Mundial colocou todos os holofotes no Timão.

Opinião

Plínio Rocha, editor assistente de Esportes do DIÁRIO

A sombra de Tite será constante

Mano Menezes tem bela história no Corinthians. Em qualquer outra circunstância, o retorno dele ao clube estaria sendo muito festejado. O problema -; para ele, claro -; é que é Tite quem está saindo. Os títulos dos últimos três anos falam por si só, mas não foi apenas isso que ele construiu no Parque São Jorge. O gaúcho (como Mano, aliás) deixou uma trajetória marcada por integridade, lealdade, educação, confiabilidade. Não que Menezes não tenha isso, muito pelo contrário. Mas vai ser cobrado por esses predicados, também. Hoje, o desafio é dentro e fora de campo, pode acreditar.

Fonte: Diário de São Paulo

Veja Mais:

  • Guilherme foi o destaque da atividade coletiva pelo segundo dia consecutivo

    Dupla volta, e Oswaldo vê time titular brilhar em treino do Corinthians; veja a escalação

    ver detalhes
  • Jabá sentiu dor na coxa e deixou o treino do Corinthians mais cedo

    Léo Jabá se machuca em treino do Corinthians e deixa campo com dores na coxa

    ver detalhes
  • CT Joaquim Grava ganhou novidades

    Corinthians 'aposenta' decoração do centenário e dá cara nova ao CT Joaquim Grava

    ver detalhes
  • Torcidas organizadas propõem pacto pela paz em São Paulo

    Torcidas organizadas propõem pacto pela paz em São Paulo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes