Mario Gobbi descarta reforços milionários

Mario Gobbi descarta reforços milionários

Mario Gobbi descarta reforços milionários

Mario Gobbi descarta reforços milionários

O torcedor corintiano não deve esperar por uma superequipe em 2014. Pelo menos foi esse o recado que o presidente Mario Gobbi passou ao Conselho Deliberativo do Timão na última terça-feira, quando foi aprovada a previsão orçamentária para a próxima temporada.

Fora da Libertadores, sem o novo estádio até abril e com a parada da Copa, o Corinthians prevê um ano de menor receita. A consequência: os reforços serão apenas medianos, segundo o próprio presidente.

Os conselheiros deixaram a reunião convictos de que não haverá qualquer contratação de impacto, como foram Alexandre Pato, Guerrero e Renato Augusto.

Pelo contrário. Gobbi revelou que a prioridade, dentro dessa nova realidade, será acertar com dois laterais, maior carência detectada pelo técnico Mano Menezes.

Na reunião, os cartolas ainda cobraram o fato de o Corinthians ter alcançado uma arrecadação bem menor em 2013 na comparação com 2012. A resposta de Gobbi foi imediata: “Se vocês quiserem, eu vendo o Pato e as contas fecham no azul, bem bonitas. Querem?”, indagou.

Alguém viu?
Andrés Sanchez não esteve na reunião do Conselho Deliberativo, embora tenha participado, minutos antes, do encontro do Cori (Conselho de Orientação). Especula-se que o sumiço foi para evitar perguntas sobre a venda do nome do estádio.

Boi na linha
Aos membros do Cori, Andrés disse que a comercialização dos naming rights emperrou porque os árabes imaginavam que o acidente tivesse causado um estrago enorme no Fielzão, colocando em risco até o fato de receber a Copa.

Fonte: Rede Bom Dia

Veja Mais:

  • Romarinho marcou sobre o Real Madrid, na semifinal do Mundial de Clubes de 2017

    Corinthians tira onda no Twitter após gol de Romarinho no Real Madrid

    ver detalhes
  • Novo uniforme branco do Corinthians na temporada 2017/18

    Corinthians e Nike renovam parceria até 2029; clube recebe bolada de luvas

    ver detalhes
  • Parte da dívida é relativa a venda de Felipe ao Porto

    Corinthians tem cerca de R$ 10 milhões a receber de clubes brasileiros e europeus

    ver detalhes
  • Romarinho não esconde a relação de carinho que ainda mantém com o Corinthians

    Com veto a rival, Romarinho admite saudade do Brasil e fala em retorno 'em dois anos' ao Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes