De volta ao Corinthians, Willian Arão diz que Ralf terá 'uma grande sombra'

De volta ao Corinthians, Willian Arão diz que Ralf terá 'uma grande sombra'

Wilian Arão está de volta ao Corinthians

Wilian Arão está de volta ao Corinthians

O volante Willian Arão se reapresentará ao Corinthians no início de janeiro, depois de ter sido emprestado à Portuguesa no segundo semestre deste ano. Pouco utilizado pelo técnico Tite, o jogador de 21 anos acredita em uma temporada muito melhor pelo Timão em 2014. Com a confiança renovada após uma sequência de jogos pela Lusa, ele aposta que pode ser mais utilizado por Mano Menezes e fazer uma “grande sombra” a Ralf, titular da posição.

– A ansiedade para voltar ao Corinthians é muito grande. O clube não passa por um bom momento, mas é o melhor do Brasil. Pude fazer bons jogos na Portuguesa, peguei uma sequência boa, agora é voltar e ajudar o time. O Ralf é um cara que dificilmente sai do time, porque não se machuca e não toma cartão, mas vou incomodá-lo. Ele terá uma grande sombra – diz o jogador.

Revelado pelas categorias de base do São Paulo, Willian Arão chegou ao elenco do Corinthians em um dos momentos mais vitoriosos do clube nos últimos anos. Integrou o grupo que venceu a Taça Libertadores da América e o Mundial de Clubes, mas pouco jogou. O fato de disputar posição com Ralf, um dos atletas mais constantes do grupo, motivou a saída para a Portuguesa.

A mudança de ares fez bem ao volante. Em um clube com menos pressão, Arão se sentiu à vontade para aprender. Ouviu conselhos e broncas do técnico Guto Ferreira e agora se sente à vontade para vestir novamente a camisa do Corinthians, convicto de que terá mais espaço com Mano Menezes.

– O melhor de tudo foi o aprendizado. O Guto (Ferreira) conversava bastante, para me explicar o que era melhor e também me dar duras. Consegui manter o psicológico em ordem. No Corinthians, acho que o próximo treinador vai me dar mais oportunidades. Quero corresponder – diz.

Apesar das poucas oportunidades com Tite, o sentimento que Willian Arão nutre pelo técnico é de agradecimento. Grato ao ex-comandante pela chance de ter viajado ao Japão como um dos 23 jogadores do Timão para disputar o Mundial de Clubes, o volante assegurou que não guarda qualquer ressentimento e torce para que Tite mantenha a trajetória de sucesso construída no Parque São Jorge.

– Conversei pouco com o Tite, mas é um treinador por quem tenho um carinho muito grande. Foi com ele que tive as primeiras oportunidades da carreira. Ele me inscreveu na Libertadores, me levou para o Mundial... É um técnico a quem desejo toda a felicidade do mundo – conta.

Fonte: Expresso MT

Veja Mais:

  • Campeão da Copinha, o jovem Pedrinho pode estrear na quarta-feira

    Com Pedrinho e Jadson, Corinthians divulga relacionados para pegar o Brusque; Rodriguinho fora

    ver detalhes
  • Jadson é opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1º

    Jadson viaja a Santa Catarina e pode fazer a reestreia pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Carille comandou trabalho do Corinthians no CT antes de viagem a Brusque

    Com Jadson, Corinthians se reapresenta e faz último treino no CT; Camacho retorna

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians na capital paulista é do tamanho das três rivais juntas

    Nova pesquisa aponta tamanho da Fiel igual à soma das três torcidas rivais

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes