Grupo da oposição se aproxima e ganha força para a eleição da CBF em abril

Grupo da oposição se aproxima e ganha força para a eleição da CBF em abril

O clima político na CBF está quente tendo em vista a proximidade da eleição na entidade, que acontece em abril. A oposição, liderada pelo ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez articula um movimento de unificação das forças daqueles que estão insatisfeitos com a atual gestão de José Maria Marin.

A maior dificuldade do grupo, que era a aproximação dos interesses de ambos, parece ter sido superada. Diante deste quadro, a tendência é que Sanchez seja confirmado como candidato a presidente, tendo como vice o atual presidente da federação gaúcha, Francisco Novello.

Para entrar no pleito, a chapa de oposição precisa ter o apoio formal de pelo menos oito federações e mais cinco clubes da primeira divisão, quantidade que o ex-presidente do Timão garante já ter.

Fonte: Tribuna da bahia

Veja Mais:

  • Wladimir será o mais novo colunista do Meu Timão

    Herói de 77 será colunista do Meu Timão

    ver detalhes
  • Dudu revelou que jogadores do Palmeiras tinham conhecimento de confusão feita pelo árbitro no clássico

    Atacante palmeirense diz por que não avisou árbitro de erro em expulsão de Gabriel

    ver detalhes
  • Jadson treinou nesta quinta-feira e não será problema para final no Moisés Lucarelli

    Jadson volta, e Carille ensaia escalação do Corinthians para primeira decisão do Paulista

    ver detalhes
  • Fiel esgotou bilhetes colocados à venda no Fiel Torcedor

    Em menos de uma hora, torcida do Corinthians esgota ingressos para decisão do Paulista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes