Corinthians volta das férias e Mano tenta "reorganizar a casa"

Corinthians volta das férias e Mano tenta "reorganizar a casa"

Corinthians volta das férias e Mano tenta "reorganizar a casa"

Corinthians volta das férias e Mano tenta "reorganizar a casa"

Quando assumiu o comando do Corinthians a primeira vez, em 2008, Mano Menezes (foto) disse que tinha pela frente o maior desafio da carreira. Cumpriu as metas, recolocou o time na divisão de elite, ganhou títulos importantes e só saiu para assumir a seleção brasileira. Agora, passados três anos da despedida, o treinador volta novamente sob desconfiança e pressão.


Em 2008, Mano Menezes ainda era uma aposta no cenário nacional, após um bom trabalho no Grêmio. E se sobressaiu, levando o Corinthians aos títulos da Série B, do Paulistão e da Copa do Brasil. Por isso mesmo, recebeu o convite do então presidente da CBF, Ricardo Teixeira, para assumir a seleção brasileira após a Copa do Mundo de 2010, em substituição a Dunga.

Agora, ele chega ao Corinthians para apagar a má impressão deixada por suas passagens frustradas na seleção brasileira e no Flamengo. E também está pressionado a conviver com a sombra vencedora de Tite, que muitos torcedores corintianos cobravam da diretoria que tivesse o contrato renovado em dezembro, quando acabou sua passagem de mais de três anos pelo clube.

Mas o presidente do clube, Mário Gobbi, optou pelo retorno do amigo Mano Menezes. Consciente da pressão que o treinador pode enfrentar neste retorno, o dirigente já divulgou mensagem de apoio e pediu compreensão dos corintianos. Acontece que, depois de um segundo semestre de 2013 decepcionante, a torcida do Corinthians não admite mais fracassos.

Mano Menezes, portanto, terá de 'reorganizar a casa', recuperar a imagem desgastada de alguns jogadores e fazer o ataque voltar a marcar gols. Tudo isso começa nesta segunda-feira, quando o elenco volta das férias e o treinador começa efetivamente a trabalhar.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes