Mano Menezes fala sobre as especulações de contratações do Corinthians

Mano Menezes fala sobre as especulações de contratações do Corinthians

Por Meu Timão

Mano Menezes voltou

Mano Menezes voltou

Na apresentação do Mano Menezes, durante a entrevista coletiva do técnico, o treinador foi questionado sobre as especulações de jogadores que poderiam ser contratados pelo clube.

Entre os reforços que poderiam chegar no Timão, Elias já trabalhou com Mano Menezes no próprio Corinthians e depois no Flamengo, quando o treinador indicou o meia pra voltar no Brasil.

O treinador respondeu que o Corinthians tem um elenco forte e tem orçamento para contratar mas não vai entrar em leilão por nenhum atleta nessa pré temporada e assim vai esperar boas oportunidades para contratar posteriormente.

"Não peço jogadores especificamente. Não temos nenhuma emergência para sair correndo atrás de um jogador."

Entretanto, Mano disse que Elias é um caso complicado que todo mundo sabe das notícias e do que está acontecendo, dando a entender que o Corinthians realmente negocia com o atleta.

Mano Menezes também negou que tenha indicado ou discutido a possibilidade de trazer Walter.

Por fim, Mano disse que se arrependeu de sair do Corinthians pra treinar a Seleção e afirmou que não tem vontade de assumir novamente o Brasil pelo menos pelos próximos 10 anos.

Veja Mais:

  • Kazim não deve permanecer no Corinthians em 2018

    Corinthians quer definir destino de Kazim nos próximos dias; chegada de Dutra deve atrapalhar turco

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos pode ser emprestado para outro clube em 2018

    Com chegada de reforço, Corinthians estuda empréstimo de Fellipe Bastos

    ver detalhes
  • Minds Idiomas segue na manga da camisa corinthiana em 2018

    Com até bolsa de estudos a jogadores, Corinthians renova com patrocinador para manga da camisa

    ver detalhes
  • Renê Júnior, Zé Rafael e Juninho Capixaba: Corinthians de olho em trio do Bahia

    Novo presidente do Bahia é eleito, e Corinthians deve definir ao menos três negociações

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes