Mano Menezes fala sobre as especulações de contratações do Corinthians

Mano Menezes fala sobre as especulações de contratações do Corinthians

Por Meu Timão

Mano Menezes voltou

Mano Menezes voltou

Na apresentação do Mano Menezes, durante a entrevista coletiva do técnico, o treinador foi questionado sobre as especulações de jogadores que poderiam ser contratados pelo clube.

Entre os reforços que poderiam chegar no Timão, Elias já trabalhou com Mano Menezes no próprio Corinthians e depois no Flamengo, quando o treinador indicou o meia pra voltar no Brasil.

O treinador respondeu que o Corinthians tem um elenco forte e tem orçamento para contratar mas não vai entrar em leilão por nenhum atleta nessa pré temporada e assim vai esperar boas oportunidades para contratar posteriormente.

"Não peço jogadores especificamente. Não temos nenhuma emergência para sair correndo atrás de um jogador."

Entretanto, Mano disse que Elias é um caso complicado que todo mundo sabe das notícias e do que está acontecendo, dando a entender que o Corinthians realmente negocia com o atleta.

Mano Menezes também negou que tenha indicado ou discutido a possibilidade de trazer Walter.

Por fim, Mano disse que se arrependeu de sair do Corinthians pra treinar a Seleção e afirmou que não tem vontade de assumir novamente o Brasil pelo menos pelos próximos 10 anos.

Veja Mais:

  • Jô passou em branco nesta noite de quarta, diante do Grêmio

    Corinthians não cria, apenas empata com Grêmio na Arena, mas mantém vantagem na liderança

    ver detalhes
  • Corinthians de Romero corre risco de ver Santos se aproximar

    Corinthians mantém diferença, mas tem de secar rival nesta quinta; veja classificação atualizada

    ver detalhes
  • Rodriguinho foi eleito o pior em campo

    Carille e dupla de meias são eleitos vilões de tropeço do Corinthians contra Grêmio

    ver detalhes
  • Kazim discutiu com torcedor do Corinthians durante aquecimento

    Kazim discute com torcedor na Arena Corinthians durante duelo contra Grêmio

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes