Torcedores da Lusa planejam enxurrada de 600 ações contra queda no tapetão

Torcedores da Lusa planejam enxurrada de 600 ações contra queda no tapetão

2.2 mil visualizações 39 comentários Comunicar erro

Torcedores da Lusa contra a palhaçada

Torcedores da Lusa contra a palhaçada

Um grupo de torcedores da Portuguesa planeja entrar com 600 ações individuais na Justiça, a partir desta segunda-feira, contra o rebaixamento da equipe. O clube paulista caiu para a segunda divisão após julgamento do STJD que tirou quatro pontos pela escalação de um jogador irregular. A decisão favoreceu o Fluminense, que conseguiu escapar do descenso.

O movimento batizado "Todos Vamos a Luta" pretende dar assistência jurídica para os torcedores que queiram contestar a decisão do tribunal desportivo. A Portuguesa foi punida inicialmente pela comissão disciplinar do STJD. No dia 27 de dezembro, o pleno do órgão ratificou a condenação.

"Nossa contestação se baseia no Estatuto do Torcedor e é inspirada na ação dos corintianos que conseguiram entrar no Pacaembu apesar da decisão da Conmebol (Corintianos conseguiram com liminares derrubar o veto à entrada de torcedores no estádio, por punição da Conmebol, em fevereiro de 2013). Juntamos passagens de avião, ingressos e outros gastos dos torcedores. Vamos mostrar que torcedores foram lesados, já que gastaram dinheiro para ver os jogos o resultado de campo não foi respeitado", afirma Daniel Freitas, porta-voz do "Todos Vamos a Luta", que diz que o movimento não tem relação com a diretoria do clube.

Antes de tentar reverter a punição na Justiça Comum, a Portuguesa tem ainda a possibilidade de recursos na esfera esportiva, como à Fifa e ao CAS (Corte Arbitral do Esporte).

A Portuguesa ainda não definiu quais serão seus próximos passos. Antes disso, a diretoria aguarda uma investigação do Ministério Público de São Paulo. O primeiro promotor da Promotoria do Consumidor do MP-SP, Roberto Senise Lisboa, iniciou em dezembro do ano passado uma análise sobre o caso da Portuguesa. A investigação foi interrompida por causa do recesso judiciário, mas será retomada no início da próxima semana. A expectativa inicial é que ele emita um parecer no dia 8 de janeiro (quarta-feira).

Só depois disso é que a Portuguesa vai definir a estratégia após a condenação no STJD. A defesa da equipe rubro-verde pode apostar em uma ação civil pública no MP-SP ou recorrer ao CAS (Corte Arbitral do Esporte).

"Sinceramente, nossa visão é de que se deixarmos para a diretoria do clube, nada será feito", afirma Freitas.

O movimento criou um grupo de advogados que auxiliaram os torcedores nas peças jurídicas. Os descontentes, porém, foram orientados a fazer alterações pontuais nas peças.

"O corpo é o mesmo, mas sugerimos que fossem rigorosamente iguais para que não se interprete como uma ação orquestrada", diz Freitas.

Na última quinta-feira, o advogado Delmiro Aparecido Gouveia, de Mogi das Cruzes (SP), entrou com uma ação, no Juizado Especial da cidade, contra a CBF e o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). Torcedor do Santos e do União Mogi e 'simpatizante da Portuguesa', como ele mesmo se intitula, ele contesta a punição dada ao clube, que perdeu quatro pontos e acabou rebaixado à segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

A Portuguesa foi foi punida pela escalação irregular do meio-campista Heverton em um empate com o Grêmio, válido pela última rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador entrou no segundo tempo.

Heverton havia sido expulso contra o Bahia e cumprido suspensão automática contra a Ponte Preta, mas foi julgado pelo STJD na sexta-feira que precedeu o confronto com o Grêmio e pegou dois jogos.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Roger fez seu primeiro gol pelo Corinthians

    Corinthians cede empate ao Sport e perde chance de reassumir liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthiano Mantuan durante jogo contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro

    Fiel 'esquece' Roger e elege dois defensores como craques do Corinthians no empate contra Sport

    ver detalhes
  • Corinthians tropeçou no Sport neste domingo

    Corinthians perde uma posição e vê 'perigoso concorrente' assumir liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Fábio Carille conversou com a imprensa sobre possível saída do Corinthians

    Carille sobe tom, ataca imprensa, mas confirma sondagem: 'Se chegar proposta, vou pensar'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes