Kalil garante: Atlético-MG não está na briga por Elias

Kalil garante: Atlético-MG não está na briga por Elias

O Atlético-MG não está na briga para contratar o volante Elias. Quem garante isso é o presidente do clube, Alexandre Kalil, que falou por telefone nesta quarta-feira com a produção da Bate-Bola 2ª edição, da ESPN Brasil.

Segundo o mandatário alvinegro, que preferiu não participar ao vivo do programa, nenhuma agremiação do Brasil tem dinheiro suficiente para tirar o jogador do Sporting. A notícia do suposto interesse mineiro no atleta foi veiculada na terça pelo jornal "A Bola".
O mesmo periódico colocou que o clube lisboeta deseja algo próximo de 5 milhões de euros (R$ 16,2 milhões) por 50% dos direitos econômicos do ex-corintiano, sendo que a outra metade pertence a um fundo de investimento.

Elias tem contrato com o clube português até 30 de junho de 2016 e jogou todo o ano de 2013 no Flamengo, por empréstimo. O clube carioca quer continuar com o meio-campista, mas o alto valor pedido pelos lisboetas assustou, e o jogador retornou a Portugal no início deste ano.

Ainda assim, a diretoria rubro-negra mantém um fio de esperança para seguir com o volante. Após fazer contas, concluiu que, nos moldes pedidos pelo Sporting, precisa desembolsar R$ 1,2 milhão por mês para isso e passou a apostar no desejo do atleta de convencer os dirigentes lusos.

Fonte: Espn

Veja Mais:

  • Pablo voltou a sentir dores na coxa e precisou deixar o gramado quarta-feira

    Pablo é diagnosticado com lesão e se torna desfalque do Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians vem crescendo no Fiel Torcedor

    Torcida do Corinthians rompe nova barreira e se aproxima de vice-líder do torcedômetro

    ver detalhes
  • Clayson pode ser titular contra o Fluminense, mas outros estão no páreo.

    Sem Carille, definição do time titular do Corinthians no Rio é adiada

    ver detalhes
  • Pablo para por até seis semanas no Corinthians

    Médico do Corinthians explica lesão de Pablo e nega relação com contratura

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes