Fifa exige testes sérios na Arena Corinthians, palco de abertura da Copa

Fifa exige testes sérios na Arena Corinthians, palco de abertura da Copa

1.9 mil visualizações 28 comentários Comunicar erro

São Paulo e Genebra - A menos de cinco meses do início da Copa, o Corinthians mantém a ideia de inaugurar o Itaquerão em um amistoso só com jogadores do clube, um "Corinthians x Corinthians". Seria o primeiro "evento teste" do estádio que receberá o jogo de abertura do Mundial, no dia 12 de junho, entre Brasil e Croácia. Mas a Fifa quer pelo menos mais dois testes, e em jogos de maior porte. Para cumprir essa exigência, é possível que o estádio seja usado no Campeonato Brasileiro, que começará no dia 19 de abril e será interrompido após nove rodadas, no dia 1º de junho.

Após o acidente que matou dois operários e destruiu parte da área externa do prédio leste, a Fifa ampliou o prazo de entrega do estádio para 15 de abril. O presidente do clube, Mário Gobbi, disse que é a grande a possibilidade de o primeiro jogo do Itaquerão ser um "Corinthians x Corinthians", com o time atual enfrentando ex-jogadores do clube. "Mais ou menos está decidido, a intenção é essa mesmo. Seria a inauguração. Mas não temos uma data marcada", afirmou Gobbi. Se a ideia vingar, nesse jogo o estádio seria liberado apenas para a imprensa e para poucos torcedores. Portanto, não seria um teste para valer.

Para a Fifa, o adversário, ou quem estará em campo, é o que menos interessa. Ela exige que cada um dos três testes ocorra com um tamanho de público diferente, justamente para examinar o funcionamento das instalações em diferentes ambientes e contextos. Perguntada se ainda considera que o Itaquerão passará por três testes, mesmo depois dos atrasos, a assessoria de imprensa da Fifa confirmou que "esse é o plano".

A entidade exige a realização de pelo menos três jogos em cada estádio da Copa como forma de testar não apenas as condições do gramado, mas principalmente a entrada e saída de torcedores, as instalações e os dispositivos de segurança.

Valcke vem aí

No último fim de semana, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, deixou claro que a falta de tempo para testar estádios é a maior dificuldade que a entidade enfrenta para a Copa. Seis dos 12 estádios serão entregues fora do prazo. "A grande dificuldade é que não temos um período de testes", disse Valcke à rádio France Bleu. "Os estádios serão entregues perto demais da primeira partida do Mundial."

Na semana que vem, Valcke fará sua primeira visita ao Itaquerão desde o acidente que matou dois trabalhadores.

Pelo cronograma da Odebrecht, o próximo passo é a retirada da peça metálica que foi danificada - o guindaste usado no acidente já foi removido. Além de içar uma nova peça metálica para fechar a cobertura, é preciso instalar as arquibancadas móveis. Assim, a capacidade do Itaquerão será ampliada de 48 mil para 68 mil pessoas, número suficiente para receber a partida de abertura da Copa.

Fonte: D24am

Veja Mais:

  • Em baixa na Alemanha, Jonathas volta à pauta do Corinthians, que busca empréstimo

    Corinthians volta a ter interesse no centroavante Jonathas

    ver detalhes
  • Gabriel e Guilherme conversaram com o Meu Timão no Parque São Jorge

    Mãe vira-casaca, sonho inglês e até 10 a 0 na Croácia: conheça os gêmeos do Sub-17 do Corinthians

    ver detalhes
  • Rio, Maceió e até Califórnia: jogadores do Corinthians curtem 'férias forçadas'; veja destinos

    Rio, Maceió e até Califórnia: jogadores do Corinthians curtem 'férias forçadas'; veja destinos

    ver detalhes
  • Lateral do Corinthians, Fagner será titular contra a Costa Rica

    Fagner ganha chance e será titular da Seleção Brasileira contra a Costa Rica

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes