Corinthians admite perder Ralf para o futebol europeu

Corinthians admite perder Ralf para o futebol europeu

Ralf é um dos principais nomes do Corinthians

Ralf é um dos principais nomes do Corinthians

O Corinthians até admite negociar o volante Ralf na última semana da janela de transferências para o futebol europeu caso, de fato, exista uma boa proposta concreta do Napoli, da Itália. Até agora, ela não aconteceu, garantiu nesta quinta-feira o diretor de futebol Ronaldo Ximenes.

Aos 29 anos, Ralf nunca jogou na Europa e tem contrato com o Corinthians até o final de 2015. A primeira proposta feita pelo Napoli se limitava a adquirir o jogador por empréstimo. Segundo o dirigente do Corinthians, isso está fora de cogitação. "Existiu uma sondagem, mas por empréstimo não tem cabimento, nem para ele (Ralf), nem para nós", afirmou Ximenes. "Venda definitiva, por que não fazer? Mas não é o momento de discutir isso agora, sem proposta. Eu particularmente não gostaria que ele saísse."

Na Itália, números publicados em sites esportivos dão conta de que o Napoli faria uma proposta de 6 milhões (R$ 20 milhões). Esse valor reforçaria (e bem) o caixa do clube, que passou por dificuldades para quitar algumas dívidas. O próprio Ralf tem a receber R$ 1 milhão do Corinthians referente aos seus direitos econômicos.

Fonte: Estadão

Veja Mais:

  • Carille comandou o treino do Corinthians deste sábado, no CT Joaquim Grava

    Pablo treina, e Carille define escalação do Corinthians contra o Atlético-GO

    ver detalhes
  • Clayson foi relacionado pela primeira vez no Corinthians

    Com estreia de Clayson e Pablo, Corinthians relaciona 22 contra Atlético-GO

    ver detalhes
  • Roberto (à esq.) está pessimista por negócio com Cicinho

    Roberto de Andrade esclarece especulações, vê Cicinho distante e abre o jogo sobre Nenê

    ver detalhes
  • Nenê foi oferecido nos últimos dias para a diretoria do Corinthians

    Nenê é oferecido ao Corinthians; até troca com dois jogadores alvinegros é sugerida

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes