Emerson diz não se preocupar com críticas e define: 'Dia para esquecer'

Emerson diz não se preocupar com críticas e define: 'Dia para esquecer'

O atacante Emerson Sheik foi alvo dos protestos da torcida do Corinthians durante e após a goleada por 5 a 1 sofrida para o Santos, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro. Em baixa, o jogador disse não se preocupar com as vaias e opinou: em momentos delicados como este, todos devem ser responsabilizados igualmente. A derrota humilhante para o rival fica como uma noite a ser esquecida para a sequência do Paulistão.

Assim como Emerson, Alexandre Pato também foi xingado por torcedores quando ainda estava no banco de reservas. Ambos vêm sendo questionados desde o segundo semestre do ano passado.
– Não me preocupa de maneira nenhuma (os xingamentos). Eu já fui torcedor um dia. Quando você vence, não vence sozinho. Quando saíram os gols da Libertadores, fui bem claro que não construí aquilo sozinho. Não se responsabiliza um ou dois. Somos um grupo. Hoje foi um dia para esquecer. Vamos apagar e trabalhar, porque temos um campeonato todo pela frente – argumentou Sheik.
O atacante não acredita que o tropeço desta quarta-feira atrapalhará o Timão no restante do estadual. Desde o início, o técnico Mano Menezes vem destacando que o objetivo da equipe no primeiro semestre é conquistar o título paulista. Emerson acredita que o planejamento seguirá inalterado, bem como o senso de responsabilidade dos atletas.
– Esse é o momento de cada atleta e responsável pelo Corinthians assumir e continuar o trabalho. Os atletas acreditam. Foi um dia atípico. Sentimos os gols, e agora temos de ter a grandeza de colocar a cabeça no lugar e ter maturidade. O Corinthians entrou para ser campeão. Não é uma partida que vai apagar o brilho, o comprometimento e as responsabilidades – completou.
Com duas derrotas consecutivas, o Corinthians tenta iniciar a recuperação no próximo domingo, às 17h (horário de Brasília), contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli.

Fonte: Globo Esporte

Veja Mais:

  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes
  • Após 1 a 1 na Arena, Timão volta a campo contra São Paulo na tarde deste domingo

    Rival tropeça, e Corinthians pode diminuir distância para primeira colocação geral

    ver detalhes
  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes
  • Em rede social, Kazim responde Gabriel: 'Pra cima dos bambis'

    Em rede social, Kazim provoca São Paulo antes de clássico: 'Pra cima dos bambis'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes