Exaltado, mas educado, torcedor faz protesto solitário no CT do Corinthians

Exaltado, mas educado, torcedor faz protesto solitário no CT do Corinthians

Nada de multidões enlouquecidas, fogos de artíficio ou coros de protesto no Centro de Treinamento do Corinthians, um dia depois da goleada de 5 a 1 sofrida para o Santos nessa quarta-feira, na Vila Belmiro.

Um único torcedor apareceu no QG corintiano, na Zona Leste de São Paulo, para protestar contra o resultado do jogo do Campeonato Paulista.

De bicicleta e com camiseta e boné da torcida organizada Gaviões da Fiel, o 'manifestante' chamou a atenção da imprensa gritando palavras de ordem em frente à guarita dos seguranças, que apenas observaram os poucos segundos de revolta.

O torcedor xingou os jogadores, o presidente do clube, Mário Gobbi e por fim, anunciou: "É só isso que eu tenho pra dizer pra vocês, mano. Desculpa o desabafo."

Se alguém do time ouviu o protesto foram os reservas do técnico Mano Menezes. Os atletas titulares sequer pisaram no gramado do CT nesta quinta e apenas aqueles que não começaram jogando contra o Santos participaram do treino coletivo em campo reduzido.

Emerson foi o destaque da equipe branca, marcando oito gols na formação laranja, liderada por Alexandre Pato

Fonte: ESPN Brasil

Veja Mais:

  • Jogadores do Corinthians comemoraram (e muito!) gol de Jadson na Arena do Grêmio

    Paulo Roberto dá show, Cássio pega pênalti, Corinthians vence Grêmio e dispara rumo ao hepta

    ver detalhes
  • Cássio fez grande partida neste domingo, pegando até pênalti

    Defesa do Corinthians prova sua força e destrói marca de oito meses do ataque gremista

    ver detalhes
  • Estádio do Patriotas está apto para receber a partida

    Estádio do Patriotas realiza melhorias de iluminação para receber o Corinthians

    ver detalhes
  • Gramado da Arena Corinthians está mais suscetível a 'escorregões' por excesso de umidade

    Gramado da Arena Corinthians 'chegou no limite', diz presidente de empresa responsável

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes