Após violência da torcida, Guerrero diz estar 'feliz'

Após violência da torcida, Guerrero diz estar 'feliz'

Paulistão: Após violência da torcida, Guerrero diz estar "feliz"

Paulistão: Após violência da torcida, Guerrero diz estar "feliz"

Depois de ser 'esganado' por torcedores organizados no sábado, dentro do centro de treinamento do Corinthians, Paolo Guerrero parece já ter deixado o episódio de violência para trás. Nesta segunda-feira, o jogador peruano publicou uma mensagem no Facebook agradecendo o apoio e dizendo que está feliz.


'Obrigado a todos por suas mensagens e pela preocupação. Estou bem. No sábado, se viveu um momento de tensão que já está superado. Como equipe, só pensamos em seguir adiante com o clube e continuar dando o melhor. Agradeço aos verdadeiros torcedores por estarem sempre ali. Estou feliz aqui e seguirei lutando para dar alegrias a eles', postou Guerrero, em espanhol.

De acordo com relato do próprio presidente Mario Gobbi, Guerrero foi o único dos jogadores a ter contato físico com os torcedores, porque não estava no vestiário quando aconteceu a invasão. Ele teria discutido com os organizados, que foram para cima dele. O próprio Gobbi afirmou que o peruano foi 'esganado'.

Guerrero foi um dos jogadores que sugeriu não entrar em campo no domingo, em Campinas, contra a Ponte Preta. O Corinthians tentou adiar a partida, mas esbarrou na Federação Paulista e na Globo, que vetaram a ideia, segundo o clube.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    Em vídeo, Gabriel reitera desculpas por gesto obsceno: 'Não faz parte do meu caráter'

    ver detalhes
  • Clayson comemora gol sobre o São Paulo, o primeiro dele pelo Timão

    Na raça! Clayson decide, Corinthians empata no Morumbi e mantém invencibilidade contra rival

    ver detalhes
  • Clayson assegurou empate fora de casa ao Timão

    Cássio brilha, mas reserva é eleito o melhor do Corinthians no clássico; Jadson destoa

    ver detalhes
  • São Paulo e Corinthians empataram por 1 a 1 no Morumbi

    Comentarista de rádio chama jogadores do Corinthians de delinquentes; clube responde

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes