Depois do quinto jogo sem vitória, Mano Menezes não vê Corinthians com má vontade

Depois do quinto jogo sem vitória, Mano Menezes não vê Corinthians com má vontade

Mano quer Timão mais disposto do que Palmeiras:

Mano quer Timão mais disposto do que Palmeiras:

Corinthians só ganhou nas duas primeiras rodadas do Paulistão. Desde então, tem sofrido para balançar a rede

Na lanterna do grupo B do Campeonato Paulista, o Corinthians se afundou ainda mais na crise que assola o clube após empatar em 1 a 1 com o Mogi Mirim neste domingo (9). Já é o quinto jogo seguido em que o time de Mano Menezes não sabe o que é vitória. Após a partida, no vestiário, o treinador refutou qualquer possibilidade dos jogadores estarem fazendo corpo mole no Paulistão.

— Não enxergo nenhum tipo de má vontade dos jogadores. Afirmar isso seria um absurdo!

Vale lembrar que o clima entre os atletas não é dos melhores. No começo do mês, o Centro de Treinamento do Corinthians foi invadido por cerca de cem integrantes de uma torcida organizada, causando revolta entre jogadores, dirigentes e comissão técnica.

Alexandre Pato, por exemplo, que já estava em situação delicada, viu sua permanência no clube ficar inviável após o incidente. Ele foi recentemente emprestado ao São Paulo em uma negociação entre as duas agremiações.

Mano Menezes voltou ao Corinthians após três anos longe. Era uma das maiores esperanças da torcida para a temporada, muito em função da identificação que tem com o time. Contudo, os resultados não têm aparecido e o treinador só a vê a pressão ficar cada vez maior.

Sheik suspenso

Nos acréscimos do jogo contra o Mogi Mirim, o corintiano Emerson Sheik recebeu seu terceiro cartão amarelo, ficando automaticamente suspenso do clássico contra o Palmeiras, na próxima rodada do Paulistão. Um dos principais alvos das críticas da torcida, contudo, foi perdoado por Mano Menezes.

— Não podemos ficar procurando pelo em ovo. Perdemos uma bola na frente e ele fez a cobertura. Tentou desarmar, como precisava, e acabou fazendo a falta. Talvez, se não tivesse feito a falta, poderíamos sofrer um gol aos 47 minutos. Eu não enxergo nenhum tipo de irresponsabilidade dos jogadores. Não podemos enxergar por esse ângulo.

Fonte: esportes.r7.com

Veja Mais:

  • Universidade Brasil firmou acordo com Corinthians para primeiro jogo da final estadual

    Corinthians anuncia patrocínio pontual para final do Paulistão; veja como fica a camiseta

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não volta ao Corinthians em 2017

    Corinthians empresta Alan Mineiro para quarto clube diferente em menos de um ano

    ver detalhes
  • Corinthians encerrou preparação contra a Ponte Preta

    Clima bom, susto de Pablo e escalação do Corinthians: o último treino antes da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Casuals foi derrotado nos pênaltis neste sábado; próxima temporada só em agosto

    Nos pênaltis, Corinthian-Casuals perde final e adia sonho de subir de divisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes