Alexandre Pato faz exames médicos para assinar com o São Paulo

Alexandre Pato faz exames médicos para assinar com o São Paulo

Pato tem chegada discreta

Pato tem chegada discreta

Ainda não oficializado como reforço, Alexandre Pato começou a realizar na manhã desta terça-feira os exames médicos necessários para que possa assinar contrato com o São Paulo. O jogador compareceu a uma clínica da capital paulista e à tarde deverá seguir ao CT da Barra Funda para ser submetido a novos exames.


Envolvido na troca que levará Jadson ao Corinthians, o atacante assinará compromisso para defender o time do Morumbi por empréstimo até o final de 2015 e a tendência é a de que seja apresentado como novo reforço são-paulino até esta quinta-feira.

Por ter defendido o time corintiano por mais de três vezes neste Campeonato Paulista, Pato não poderá defender o São Paulo no torneio estadual, assim como uma cláusula do contrato que assinará com o clube do Morumbi o impede de atuar contra o Corinthians, que seguirá pagando uma parte do seu salário em seu novo clube.

O São Paulo poderá oficializar Pato como reforço ainda nesta quarta-feira, logo após o mesmo seja aprovado nos exames médicos e os detalhes finais do seu contrato sejam selados, o que é apenas questão de tempo neste momento.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Pablo já disse mais de uma vez que quer permanecer no Corinthians

    Corinthians sobe oferta e espera sim de Pablo: 'Espero que seja suficiente'

    ver detalhes
  • Alvo do Corinthians, Roger deve ser oficializado como reforço do Internacional nos próximos dias

    Decisão de Roger não é repudiada pela diretoria do Corinthians: ‘Faz parte...’

    ver detalhes
  • Ginásio Wlamir Marques recebeu jogo 4 da final do NBB em 2017

    Corinthians faz pré-inscrição na Liga Ouro e reativa basquete após 21 anos

    ver detalhes
  • 32 mil torcedores foram ao estádio em Itaquera no último treino aberto

    Por agradecimento à Fiel, Corinthians deve abrir treino no sábado na Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes